Panorama da produção nacional e internacional sobre Informação Musical.

  • Lígia Maria Arruda Café Universidade Federal de Santa Catarina
  • Camila Monteiro de Barros Universidade Federal de Santa Catarina

Resumo

A Organização da Informação (OI) envolve diferentes processos cuja finalidade é possibilitar o acesso à informação. O objetivo deste artigo é mostrar um panorama quali-quantitativo dos estudos sobre informação musical em nível nacional e internacional no campo da OI. Realizamos um levantamento dos documentos publicados a partir de 2002 nas bases de dados LISA e BRAPCI, nos eventos ENANCIB e ISMIR, e no periódico ARIST. O corpus final da pesquisa é constituído de 55 documentos sobre OI da informação musical, que foram analisados e classificados tematicamente de acordo com a classificação JITA. Os resultados apontam os Estados Unidos como país com maior produção no tema e o ano de 2011 como período com maior número de documentos publicados. Apesar da predominância das abordagens de cunho qualitativo, a maior parte dos documentos se refere à descrição de sistemas de recuperação da informação musical, envolvendo ou não usuários. À guisa de conclusão, observamos a forte interlocução dos estudos em informação musical com a área da computação e o ainda pequeno desenvolvimento teórico da área.

Palavras-chave: Organização da informação. Informação musical. Música.

Link: http://www.ies.ufpb.br/ojs2/index.php/ies/article/view/28484

Biografia do Autor

Lígia Maria Arruda Café, Universidade Federal de Santa Catarina

Doutora em Linguística pela Université Laval, Canadá. Docente permanente do Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação da Universidade Federal de Santa Catarina, Brasil. Professora do Departamento de Ciência da Informação da Universidade Federal de Santa Catarina, Brasil.

Camila Monteiro de Barros, Universidade Federal de Santa Catarina

Doutoranda em Ciência da Informação no Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação da Universidade Federal de Santa Catarina, Brasil. Professora do Departamento de Ciência da Informação da Universidade Federal de Santa Catarina, Brasil.

Publicado
2017-05-29
Seção
Resumos de artigos científicos