Desafios da Arquitetura da Informação Pervasiva: reduzindo a desorientação, aumentando a legibilidade e wayfinding

  • Mariana Cantisani Padua Universidade Estadual Julio de Mesquita Filho
  • Guilherme Ataide Dias Universidade Federal da Paraíba.

Resumo

Diante das preocupações da Ciência da Informação (CI) com os processos de tratamento da informação, constatou-se a importância da condução de estudos que auxiliem o desenvolvimento de processos e metodologias em ambientes informacionais híbridos. A partir deste pensamento, considera-se que a Arquitetura Informacional pervasiva proposta por Resmini e Rosati é um desses recursos. Assim, esta pesquisa objetivou avaliar, através da aplicação das heurísticas propostas por esses autores, os ambientes informacionais físicos e digitais do Programa de Incubação de Empresas (PROINE) da Universidade Federal de Goiás (UFG), analisando de que forma esse instrumento contribui para a construção de espaços informacionais híbridos que maximizem a experiência do usuário (UX). Aplicou-se metodologias de desenvolvimento e avaliação de ambientes digitais e realizou-se a aplicação das heurísticas propostas por Resmini e Rosati possibilitando avaliar ambos ambientes através de diferentes canais informacionais. Destaca-se que a avaliação dos ambientes informacionais físico e digital, com a utilização de metodologias de apoio, permitiu que se realizasse as conexões com as heurísticas, justamente pelo grau de complexidade apresentado por estes princípios. Este é o ponto chave e principal objetivo alcançado, possibilitando apontar as falhas e realizar inferências para maximizar a UX na utilização dos canais informacionais avaliados.

Palavras-chave: Espaços informacionais híbridos. Experiência do Usuário. Ecologias ubíquas. Wayfinding.

Link: http://www.ies.ufpb.br/ojs/index.php/ies/article/view/29269

Biografia do Autor

Mariana Cantisani Padua, Universidade Estadual Julio de Mesquita Filho
Doutoranda no Programa de Pós Graduação em Ciência da Informação na Universidade Estadual Julio de Mesquita filho.
Guilherme Ataide Dias, Universidade Federal da Paraíba.

Doutor em Ciências da Comunicação/Ciência da Informação pela Universidade de São Paulo, Brasil. Docente permanente do Programa de Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação da Universidade Federal da Paraíba, Brasil.

Publicado
2017-05-29
Seção
Resumos de artigos científicos