Algumas considerações sobre o repositório digital de pesquisa

Resumo

Introdução: A pesquisa científica contemporânea no seu compromisso por buscar
novos conhecimentos e novas descobertas produz e utiliza intensivamente dados
digitais de pesquisa. Nesse contexto de mudanças, os dados deixam de ser simples subprodutos das atividades de pesquisa e se tornam recursos informacionais de primeira grandeza, caracterizando um novo paradigma científico pautado pelo compartilhamento, amplo acesso e reuso de dados.
Objetivo: Identificar o papel dos repositórios digitais de dados nos novos cenários de pesquisa científica e apresentar um panorama das suas principais características, categorias, benefícios, funções e infraestruturas.
Metodologia: Analisa a literatura da área e os principais sistemas que dão
sustentação a infraestruturas de acesso e gestão de dados de pesquisa.
Resultados: O presente ensaio demonstra que para os dados e coleções de dados de pesquisa transmitam conhecimento no tempo e no espaço e sejam reusados é necessária a implantação de uma infraestrutura tecnológica e gerencial, permanente e sustentável, que permita que eles sejam cuidados ao longo de todo o seu ciclo de vida. No centro dessa infraestrutura estão os repositórios digitais de dados de pesquisa, que são sistemas voltados para apoiar a seleção, catalogação, arquivamento, acesso e compartilhamento de dados de pesquisa. Conclusão: Pela sua importância como recurso informacional, os repositórios de dados se tornam rapidamente parte essencial das infraestruturas de pesquisa em escala global, tornando visível e aberta para toda a sociedade uma parcela importante da atividade de pesquisa. Nessa direção, se tornam um desafio relevante para a Ciência da Informação e para a Biblioteconomia.

Palavras-chave: Dados de pesquisa. Repositório digital de dados de pesquisa.
Gestão de dados de pesquisa. Curadoria digital. Ciência aberta.

Link: http://www.uel.br/revistas/uel/index.php/informacao/article/view/27939/20122

Biografia do Autor

Luis Fernando Sayão, Centro de Informações Nucleares (CNEN/CIN).

Doutor em Ciência da Informação pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ/IBICT). Centro de Informações Nucleares (CNEN/CIN).

Luana Farias Sales, Instituto de Engenharia Nuclear (CNEN/IEN)

Doutora em Ciência da Informação pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ/IBICT). Pesquisadora do Instituto de Engenharia Nuclear (CNEN/IEN).

Publicado
2017-05-29
Seção
Resumos de artigos científicos