Os Functional Requirements for Bibliographic Records no contexto da Web Semântica: as contribuições de Paul Otlet

  • Elisabete Gonçalves de Souza Universidade Federal Fluminense, Departamento de Ciência da Informação
  • Darlene Alves Bezerra Universidade Federal Fluminense, Departamento de Ciência da Informação

Resumo

Este trabalho examina como o modelo conceitual Functional Requirements for Bibliographic Records se aproxima da noção de unidade documentária atribuída a Paul Otlet e presente no Traité de Documentation, cujos princípios são aplicados ao fundamentar as bases do Repertório Bibliográfico Universal. Em termos teóricos e metodológicos, trata-se de pesquisa exploratória de caráter histórico e documental, cujo objetivo é averiguar os pressupostos clássicos da representação e organização da informa- ção, relacionando-os com o contexto da Web Semântica. Avança analisando os resultados de simulações acerca da aplicação dos Functional Requirements for Bibliographic Records no repositório Acesso Livre à Informação Científica da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária, de modo a ilustrar como as teses de Otlet se aplicam a essas ferramentas bibliográficas. Mostra as vantagens dos repositórios nos processos de modelagem, pois o formato Dublin Core permite a descrição de metadados usando linguagens como a Resource Description Framework, o que potencializa a recuperação de informações. Finaliza demonstrando como os princípios - monográfico, da continuidade e da pluralidade -, se expressam nas entidades do Grupo I do modelo conceitual Functional Requirements for Bibliographic Records, o que revela as afinidades metodológicas entre o modelo e as teses de Otlet. Ressalta que ações direcionadas no sentido de incentivar a descrição dos metadados bibliográficos em declarações em Resource Description Framework permitirá, num futuro bem próximo, que cada recurso seja identificado de forma pertinente por meio de um identificador universal - Uniform Resource Identifier -, possibilitando que os registros das bases de dados sejam interligados, permitindo ao usuário acesso a uma massa informacional há séculos estocada, tal como preconizou Otlet ao criar o Repertório Bibliográfico Universal.

Palavras-chave: Registros bibliográficos. Paul Otlet. Representação descritiva. Web Semântica.

Link: http://periodicos.puc-campinas.edu.br/seer/index.php/transinfo/article/view/2783/2257

Publicado
2017-05-29
Seção
Resumos de artigos científicos