As concepções teóricas de avaliação de documentos de arquivo na legislação brasileira

  • Maria Ivonete Gomes do Nascimento Universidade de Brasília, Faculdade de Ciência da Informação, Brasília, DF
  • Eliane Braga Oliveira Universidade de Brasília, Faculdade de Ciência da Informação, Brasília

Resumo

Apresenta resultado de pesquisa sobre avaliação de documentos de arquivo na Administração Pública Federal brasileira, desenvolvida no curso de mestrado do Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação, da Faculdade de Ciência da Informação, da Universidade de Brasília. A avaliação de documentos de arquivo, uma das principais operações da gestão de documentos, visa a promoção da eficiência administrativa e a preservação da memória das organizações e da sociedade. A pesquisa tem como objetivo mapear a legislação brasileira referente à avaliação de documentos de arquivo e identificar as vertentes teóricas internacionais e nacionais que embasam essa legislação. Realizou-se uma pesquisa bibliográfica a respeito do tema em autores da Europa, América do Norte, América Latina e Brasil, e identificou-se a legislação brasileira referente ao assunto. Verificou-se que existe uma variedade de proposições referentes a avaliação de documentos de arquivos. Observou-se que a teoria do valor, apresentada como critério para a guarda ou a eliminação de documentos e proposta pelos autores norte-americanos Philip Brooks e Theodore Schellenberg, tem predominância conceitual na legislação brasileira.
Palavras-chave :Administração pública federal. Avaliação de documentos de arquivo. Gestão de documentos. Legislação brasileira.
Link: http://periodicos.unb.br/index.php/RICI/article/view/16957

Biografia do Autor

Maria Ivonete Gomes do Nascimento, Universidade de Brasília, Faculdade de Ciência da Informação, Brasília, DF
  
Eliane Braga Oliveira, Universidade de Brasília, Faculdade de Ciência da Informação, Brasília
  
Publicado
2017-06-21
Seção
Resumos de artigos científicos