A biblioteca contemporânea a partir da concepção dos bibliotecários e professores de biblioteconomia

  • Emanuelle Geórgia Amaral Ferreira UFMG
  • Carlos Alberto Ávila Araújo UFMG

Resumo

O artigo tem como finalidade apresentar os resultados obtidos na categoria Biblioteca, da dissertação de mestrado intitulada "Contribuições para a epistemologia da Biblioteconomia contemporânea", defendida no Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação da Universidade Federal de Minas Gerais. Esta pesquisa foi realizada com o objetivo de identificar e compreender, sob o aspecto epistemológico, a Biblioteconomia contemporânea. A pesquisa pretendeu contribuir com a compreensão e reflexão dos aspectos teóricos e das modificações ocorridas na prática biblioteconômica no período que compreende a década de 1990 a partir das discussões em torno dos impactos das tecnologias e do Moderno Profissional da Informação, até o presente momento. Para atingir os objetivos propostos, foram usados nesta pesquisa exploratória de base qualitativa, os seguintes instrumentos de coleta de dados: pesquisa bibliográfica, entrevista semiestruturada e a técnica de análise de conteúdo para o tratamento dos dados coletados nas entrevistas. Os resultados indicaram que, de maneira geral, os entrevistados concebem a biblioteca como uma instituição social que tem o papel social de democratizar o acesso ao conhecimento. No entanto, diante do contexto informacional, há uma percepção de que tanto a biblioteca como o bibliotecário, precisam se reinventar e criar novas perspectivas de atuação junto com a sociedade.

Palavras-chave: Biblioteca. Biblioteconomia. Nova Biblioteconomia

Link: http://periodicos.ufpb.br/ojs2/index.php/biblio/article/view/29788

Biografia do Autor

Emanuelle Geórgia Amaral Ferreira, UFMG
Bacharel em Biblioteconomia, Doutoranda e Mestra em Ciência da Informação pela Universidade Federal de Minas Gerais. Possui a trajetória acadêmica orientada pela extensão, pesquisa e ensino. Realizou extensão universitária no Programa Carro-Biblioteca da Escola de Ciência da Informação da UFMG. Foi estagiária na Diretoria de Cooperação Institucional da Reitoria da UFMG, atuando no Programa Sempre UFMG. Desenvolveu projeto de catalogação do acervo no Setor de Processamento Técnico da Biblioteca do Colégio Militar de Belo Horizonte. Seus interesses de pesquisa estão em torno da Biblioteconomia, com ênfase na Ciência da Informação, atuando principalmente nos seguintes temas: trajetória, história e perspectivas contemporâneas da Biblioteconomia brasileira; a concepção da Nova Biblioteconomia no contexto brasileiro; usuários e práticas informacionais.
Carlos Alberto Ávila Araújo, UFMG
Diretor da Escola de Ciência da Informação da Universidade Federal de Minas Gerais. Presidente da Associação de Educação e Pesquisa em Ciência da Informação da Iberoamérica e Caribe - EDICIC. Vice-presidente da ANCIB - Associação Nacional de Pesquisa em Ciência da Informação. Graduado em Jornalismo (1996), mestre em Comunicação Social (2000) e doutor em Ciência da Informação (2005) pela UFMG. Pós-doutor pela Faculdade de Letras da Universidade do Porto (2011). Foi Editor Adjunto da revista Perspectivas em Ciência da Informação (1413-9936) de 2007 a 2011 e de 2013 e 2015. Fez parte, em 2008, da Comissão de planejamento e desenvolvimento do projeto pedagógico do curso de graduação em Arquivologia da UFMG e, em 2009, foi presidente da Comissão de planejamento e desenvolvimento do projeto pedagógico do curso de Museologia da UFMG. Foi membro da diretoria da Abecin. Atua nas áreas de Epistemologia da Ciência da Informação e suas relações com a Arquivologia, a Biblioteconomia e a Museologia, Estudos de Usuários da Informação.
Publicado
2017-06-21
Seção
Resumos de artigos científicos