Bibliotecas escolares: tendências globais

  • Kelley Cristine Gonçalves Dias Gasque Universidade de Brasília (UnB)
  • Helen de Castro Silva Casarin Universidade Estadual Paulista (UNESP)

Resumo

Este artigo aborda as transformações do processo de ensinoaprendizagem e das tecnologias e o impacto dessas nas bibliotecas escolares, especificamente, na formação do acervo, na configuração do espaço e no papel dos bibliotecários. A análise da literatura mostra tendência à adoção de modelos de aprendizagem baseados na construção colaborativa do conhecimento, com ênfase na aprendizagem compreensiva e atividades de ensino em ambientes diversificados. As bibliotecas escolares podem acolher e subsidiar atividades de ensino variadas, transformando-se em locais não apenas de apropriação da informação, mas também de produção do conhecimento por meio de atividades colaborativas, conectadas e diversificadas. O bibliotecário precisa fortalecer o domínio de tecnologias para obtenção, gerenciamento, produção e compartilhamento de informações. O fomento à leitura continua a ser importante, mas precisa ser ampliado para diferentes suportes e formatos.

Palavras-chave: Biblioteca escolar. Tecnologia. Aprendizagem. Bibliotecário. Formação de coleções.

Link: http://seer.ufrgs.br/index.php/EmQuestao/article/view/60697/38415

Biografia do Autor

Kelley Cristine Gonçalves Dias Gasque, Universidade de Brasília (UnB)
Doutora; Universidade de Brasília (UnB), Brasília, DF, Brasil;
Helen de Castro Silva Casarin, Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Doutora; Universidade Estadual Paulista (UNESP), Marília, SP, Brasil.
Publicado
2017-06-21
Seção
Resumos de artigos científicos