A função social do arquivista: uma abordagem sobre inclusão e acessibilidade nos arquivos

  • Irany Barbosa Rodrigues UEPB
  • Kleane Pâmela Franklin dos Santos UEPB

Resumo

O presente trabalho faz uma abordagem a cerca da função social do arquivista sobre a inclusão e acessibilidade nos arquivos e tem como objetivo de investigar a aplicação da temática da inclusão social e a acessibilidade nos arquivos de usuários com limitações. A metodologia utilizada foi à pesquisa bibliográfica com uma abordagem qualitativa a qual a questão da pesquisa faz o seguinte questionamento: Afinal como pode existir uma sociedade da informação na inexistência de uma cultura informacional? São reflexões ao longo deste trabalho que nos leva a um cenário de plena carência de debates e produções científicas voltadas para esta temática no contexto da arquivologia. Consultamos também trabalhos acadêmicos de áreas afins, a exemplo da biblioteconomia e tecnologia da informação, daí a constatação de que os profissionais arquivistas carecem de maior incentivo à qualificação para atender as demandas de usuários com limitações, seja física ou mental. Concluímos com a convicção que este trabalho possa trazer uma maior conscientização tanto para profissionais da informação a exemplo dos arquivistas e técnicos em arquivo como também para as instituições arquivisticas brasileiras a assumirem o seu papel social diante as barreiras existentes para o público com necessidades especiais.

Palavras-Chave: Arquivistas. Inclusão. Acessibilidade. Usuários da informação.

Link: http://racin.arquivologiauepb.com.br/edicoes/v4_nesp/racin_v4_nesp_artigo_0559-0568.pdf

Biografia do Autor

Irany Barbosa Rodrigues, UEPB
Graduada em Arquivologia Pela Universidade Estadual Da Paraíba (UEPB). Pós graduanda Em Gestão de Patrimônio Cultural pela Faculdade Maurício de Nassau (NASSAU).
Kleane Pâmela Franklin dos Santos, UEPB
Graduada em Arquivologia pela Universidade Estadual da Paraíba (UEPB).
Publicado
2017-06-21
Seção
Resumos de artigos científicos