Dados governamentais abertos: métricas e indicadores de reuso

  • Patrícia Nascimento Silva Universidade Federal de Minas Gerais
  • Marta Macedo Kerr Pinheiro Universidade FUMEC e Universidade Federal de Minas Gerais.

Resumo

Com as iniciativas de governo aberto, lideradas pelos EUA em 2009, vários países desenvolveram políticas de dados abertos e planos de ação para estimular a reutilização de informações do setor público. A partir deste delineamento, a pesquisa, tese de doutorado (2015-2018), está motivada ao desafio da utilização dos dados governamentais abertos, respeitando as exigências legais, sob a ótica dos produtos e serviços. O objetivo deste estudo é identificar e analisar a utilização de dados governamentais abertos (DGA) no campo da administração pública do Brasil. A pesquisa abrange uma análise das políticas informacionais do Brasil especificamente em relação aos dados governamentais abertos relacionados à administração pública federal, na tentativa de identificar as categorias informacionais contidas nestes dados e a experiência de outros países com métricas para mensurar o seu reuso. A metodologia desenvolvida está dividida em três fases. A primeira fase, marcada pela revisão bibliográfica, identificará os conceitos sobre DGA e as categorias informacionais dos aplicativos disponibilizados no Portal de Dados Abertos do governo brasileiro. Esta fase é realizada por meio de uma pesquisa descritiva que utiliza de forma complementar a análise documental. Na segunda fase serão pesquisados os modelos e métricas de outros países com relação à avaliação do reuso de DGA. Para esta fase serão utilizados instrumentos de coleta de dados que considerarão as publicações entre 2009 e 2016 em três idiomas: português; inglês; espanhol. A terceira fase configura-se como uma pesquisa analítica com abordagem qualitativa. Esta fase, a partir de modelos internacionais, apresentará a proposição de métricas e indicadores para mensurar o reuso dos dados governamentais abertos na administração pública do Brasil, justificando inclusive todo o investimento realizado, especialmente em tempos de cortes orçamentários. A pesquisa visa demonstrar como é realizado o reuso de dados no Brasil e identificar possíveis intercessões positivas na produção e publicação dos DGA que incitem seu reuso como estímulo à inovação na Gestão Pública, na criação de novos produtos e serviços para a sociedade e para o próprio Governo. 

Biografia do Autor

Patrícia Nascimento Silva, Universidade Federal de Minas Gerais
Doutoranda em Ciência da Informação (UFMG), Mestre em Sistemas de Informação e Gestão do Conhecimento - FUMEC (2013), Especialista em Gestão de Tecnologia da Informação - UNIS (2012), Especialista em Teste de Software - Unieuro (2011), Graduada em Sistemas de Informação - PUC Minas (2008), Técnica em Informática Industrial - CEFET-MG (2004), Certificada ISTQB e CBTS. Atuou como docente na Universidade do Estado de Minas Gerais ministrando disciplinas na área de tecnologia e atualmente é Analista de Tecnologia da Informação na Universidade Federal de Minas Gerais. Tem experiência na área de Computação, com ênfase em Engenharia de Software, atuando principalmente como Analista de Requisitos. Interesses em: Sistemas de Informação e Gestão do Conhecimento, Sistematização e Análise de Dados Abertos, Inteligência Competitiva e Gestão da Inovação. 
Marta Macedo Kerr Pinheiro, Universidade FUMEC e Universidade Federal de Minas Gerais.
Pós-doutorado em Ciência da Informação e da Comunicação pela Universidade Paul Sabatier/IUT/Toulouse III (2008). Doutorado em Ciência da Informação - IBICT/CNPq-ECO-UFRJ (2001) com Doutorado Sanduíche em Sociologie pelo Centre dÉtudes des Mouvements Sociaux (1999). Mestrado em Ciência da Informação pela Universidade Federal de Minas Gerais (1993). Graduação em Letras pela Universidade Federal de Minas Gerais (1974). Atualmente é professor e pesquisador permanente da Universidade FUMEC em cursos de graduação e pós-graduação Stricto Sensu e é sub-coordenadora do Programa de Pós-Graduação em Sistemas de Informação e Gestão do Conhecimento e Professora Colaboradora do Programa de pós-Graduação em Gestão & Organização do Conhecimento da Universidade Federal de Minas Gerais. ) Atua em pesquisa, nas seguintes temáticas: Políticas de Informação, Estado Informacional, Inteligência e conhecimento governamental.Participa de acordo Internacional de Cooperação Acadêmica com a Universidade Lille III na França e membro da rede Franco-Brasileira de pesquisadores em Mediações e Usos Sociais de Saberes e Informação-MUSSI.
Publicado
2017-06-30
Seção
Pesquisas em andamento