A importância do IBICT para a divulgação científica brasileira

  • Kátia Gonçalves dos Santos
  • Luciana Gonçalves Silva Souza

Resumo

Resumo: Apresenta reflexões acerca da sociedade da informação e da importância da divulgação científica para o desenvolvimento acadêmico e social. Neste sentido, as tecnologias de informação e comunicação contribuíram para a ampliação do acesso a informações no ambiente científico ao possibilitar o intercâmbio e o desenvolvimento de aplicações voltadas à divulgação científica. O Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia (IBICT) se caracteriza como uma instituição que objetiva produzir, divulgar e integrar o conhecimento científico-tecnológico. Para tal, desenvolve produtos e serviços de informação que fomentam o desenvolvimento da ciência no país. Destaca-se, entre eles, a Biblioteca Digital Brasileira de Teses e Dissertações (BDTD), uma base nacional que tem por objetivo reunir em seu portal as teses e dissertações defendidas em todo o Brasil, e também por brasileiros no exterior, facilitando o acesso à produção acadêmica nacional.Palavras-chave: Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia (IBICT). Biblioteca Digital Brasileira de Teses e Dissertações (BDTD). Comunicação científica. Repositório institucional.Link: https://seer.ufmg.br/index.php/revistarbu/article/view/4460/pdf

Biografia do Autor

Kátia Gonçalves dos Santos
Mestranda do Programa de Pós Graduação em Educação da Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri - UFVJM (2016). Especialista em Educação à Distância pelo Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia do Norte de Minas Gerais - IFNMG (2013). Graduada em Biblioteconomia pela Universidade Federal de Minas Gerais - UFMG (2009). Atualmente Bibliotecária do Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais - CEFET-MG.
Luciana Gonçalves Silva Souza
Mestranda no Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação pela Universidade Federal de Minas Gerais (2016). Especialista em Biblioteconomia pela Faculdade Internacional Signorelli (2014). Graduada em Biblioteconomia pela Universidade Federal de Minas Gerais (2009). Bibliotecária-documentalista da Universidade Federal de Minas Gerais. Tem experiência na área de ciência da informação, bibliotecas públicas, políticas públicas, inclusão digital, repositórios institucionais.
Publicado
2017-11-23
Seção
Resumos de artigos científicos