A biblioteca especializada e o seu papel na comunicação científica para o público leigo

  • Rita de Cássia do Vale Caribe Universidade de Brasilia - UnB.

Resumo

Pesquisas de opinião sobre percepção pública da ciência realizadas no Brasil identificaram que as bibliotecas são vistas pela sociedade como espaços de divulgação científica como os museus de ciências, zoológicos, exposições, planetários. Neste estudo a literatura foi analisada com o objetivo de identificar um referencial teórico clássico, que pudesse apoiar a ampliação das atividades das bibliotecas especializadas. Estudadas as relações existentes entre a sociedade e a ciência e tecnologia, ressaltando as influências que exercem entre si; os aspectos relativos à comunicação científica para o público leigo; os conceitos de biblioteca especializada e suas diferentes denominações que variam conforme o nível de análise e síntese dedicado à informação. Considerando que os objetivos das bibliotecas especializadas devem estar em sintonia e sincronia com a missão, visão de futuro e objetivos estratégicos da organização à qual pertence, estes conceitos foram revisitados, destacando a responsabilidade social que, na sociedade competitiva e globalizada, passou a ser uma premissa para o êxito das organizações. À luz desse referencial teórico buscou-se ilustrar com o caso real, do Instituto Vital Brazil, cuja biblioteca, que se caracteriza como especializada, em perfeita harmonia com a organização, vem desenvolvendo diversas atividades junto ao público externo, levando informação científica ao público leigo.

Palavras-chave: Biblioteca especializada. Comunicação científica. Divulgação científica. Responsabilidade social.

Link: http://periodicos.unb.br/index.php/RICI/article/view/21453

Biografia do Autor

Rita de Cássia do Vale Caribe, Universidade de Brasilia - UnB.

Universidade de Brasilia - UnB.

Publicado
2017-11-23
Seção
Resumos de artigos científicos