Fluxo de informação em desastres naturais: os quatro desafios para as ações de resposta.

  • Daniel Cardoso Universidade Federal de Santa Catarina.
  • Adilson Luiz Pinho Universidade Federal de Santa Catarina.

Resumo

Objetivos: A informação é considerada matéria-prima básica para organizar as ações de resposta a desastres naturais. Sem a informação fluindo de maneira adequada, os gestores e agentes envolvidos nos trabalhos perdem eficiência e não conseguem se organizar da melhor maneira. Este estudo analisou quais são os principais desafios para o fluxo de informação durante os momentos de resposta a desatres naturais. Metodologia: A partir de uma revisão de literatura na Web of Science (1994 até 2014), selecionou-se 17 textos que se enquadravam ao escopo deste estudo. Resultados: O estudo destacou quatro desafios que impedem a informação de fluir livremente: Precisão da informação; Volume de informação; Colapso na estrutura de tecnologia e comunicação; Confiança entre as organizações. Conclusão: As principais recomendações propostas neste artigo para facilitar o fluxo de informação são: (i) tratar a informação como matéria-prima fundamental para o planejamento e execução das ações; (ii) criar “filtros” e procedimentos para detectar erros, boatos e impreciões nas informações, priorizando as mais importantes e; (iii) utilizar comunicações via satélite ou rádio amador para evitar quebra no sistema de comunicação.

 

Palavras chave: Fluxo de informação. Desastres naturais. Precisão da informação. Volume de informação. Colapso na estrutura de tecnologia e comunicação. Confiança entre as organizações. 

 Link: https://rbbd.febab.org.br/rbbd/article/view/562

Biografia do Autor

Daniel Cardoso, Universidade Federal de Santa Catarina.

Mestre em Ciência da Informação pela Universidade Federal de Santa Catarina.

Adilson Luiz Pinho, Universidade Federal de Santa Catarina.
Professor no Programa de PósGraduação em Ciência da Informação da Universidade Federal de Santa Catarina. Doutor em Documentação pela Universidad Carlos III de Madrid.
Publicado
2018-05-07
Seção
Resumos de artigos científicos