A experiência de uma revista "Para-Acadêmica": O uso das tecnologias interativas e colaborativas para a democratização da ciência e o acesso à saúde

  • Alessandra dos Santos Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) http://orcid.org/0000-0003-1427-0661
  • Nilton Bahlis dos Santos Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz)
  • Beatriz Cintra Martins Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação no Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia da Universidade Federal do Rio de Janeiro (IBICT/UFRJ), Brasil

Resumo

Este projeto está inserido nos movimentos pelo acesso aberto e pela ciência aberta que defendem o acesso livre e a rápida divulgação dos resultados da pesquisa científica. Sua intenção é resgatar e ativar, a partir de exemplos já existentes, práticas colaborativas, abertas e interativas de construção de conhecimento por meio do uso das redes e comunidades virtuais. Através do relato de experiência de produção de textos com autoria, avaliação e revisãocolaborativasdentro de um curso de extensão stricto sensu, pretende repensar as práticas dacomunicação científica vigentes utilizando tecnologias da Internet e criando uma Revista Para-Acadêmica. O campo teórico e metodológicoérepresentado pelo Núcleo de Experimentações em Tecnologias Interativas da Fundação Oswaldo Cruz (Next/Fiocruz) através de suas atividades de ensino, extensão, pesquisas e ações de ensino-aprendizagem em grupos e comunidades virtuais na área da saúde.

Biografia do Autor

Alessandra dos Santos, Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz)

Pesquisadora do Núcleo de Experimentação em Tecnologias Interativas. Membro do Grupo de Pesquisa Tecnologias, Culturas e Práticas Interativas e Inovação em Saúde da Escola Nacional de Saúde Pública da Fundação Oswaldo Cruz. NEXT/ENSP/FIOCRUZ. Doutoranda no Programa de Pós-Graduação em Informação e Comunicação em Saúde do Instituto de Comunicação e Informação em Saúde Fundação Oswaldo Cruz. PPGICS/ICICT/FIOCRUZ

Nilton Bahlis dos Santos, Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz)

Doutor em Ciência da Informação pelo Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia da Universidade Federal do Rio de Janeiro (IBICT/UFRJ), Brasil. Pesquisador da Escola Nacional de Saúde Pública da Fundação Oswaldo Cruz (ENSP/Fiocruz), Professor Permanente do Programa de Pós-Graduação em Informação e Comunicação em Saúde do Instituto de Comunicação e Informação Científica e Tecnológica em Saúde na Fundação Oswaldo Cruz (PPGICS/ICICT/Fiocruz) e Colaborador do Programa de Pós-graduação Stricto sensu em Ensino em Biociências e Saúde do Instituto Oswaldo Cruz (PPGEBS/IOC/Fiocruz), Brasil
Coordenador do Núcleo de Experimentação de Tecnologia Interativa na Fundação Oswaldo Cruz (Next/Fiocruz), Brasil

Beatriz Cintra Martins, Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação no Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia da Universidade Federal do Rio de Janeiro (IBICT/UFRJ), Brasil
Doutora em Ciências da Comunicação pela Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo (ECA/USP), Brasil. Pesquisadora do Núcleo de Experimentação de Tecnologia Interativa na Fundação Oswaldo Cruz (Next/Fiocruz), Brasil. Pós-Doutoranda no Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação no Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia da Universidade Federal do Rio de Janeiro (IBICT/UFRJ), Brasil
Publicado
2018-06-28
Seção
Pesquisas em andamento