O cidadão como sensor inteligente

  • Eduardo Amadeu Dutra Moresi Universidade Católica de Brasília
  • Michel Carmo Lopes Universidade Católica de Brasília
  • Marcos Augusto Alves Tito de Morais Universidade Católica de Brasília

Resumo

A mobilidade e a conectividade ilimitada das pessoas, por meio dos smartphones, têm transformado a realidade da sociedade e consolidado o crescimento dessa tendência, sendo uma das principais apostas para o futuro. A inclusão digital, por meio de dispositivos móveis, permite explorar a metáfora do cidadão como sensor inteligente para fornecer subsídios para avaliação de políticas públicas. O objetivo é apresentar o emprego de aplicativos móveis para que o cidadão possa atuar como sensor inteligente para registrar informações primárias sobre serviços públicos. O referencial teórico abordou aspectos da legislação de criação do SUS, ressaltando a importância da participação popular e do controle social em saúde, que se destacam por criar condições para que a população participe do processo de formulação e controle das políticas públicas de saúde. Em seguida, foram explorados os conceitos de sensemaking visando fundamentar o constructo do cidadão como sensor inteligente. Para exemplificar o constructo, foi apresentado um aplicativo que cria um canal de comunicação com o cidadão com foco em informações sobre os estabelecimentos de saúde cadastrados no CNES.

Palavras-chave: Participação social. Sensor inteligente. Sensemaking. Aplicativos móveis.

Link: http://revista.ibict.br/ciinf/article/view/4047/3565

Biografia do Autor

Eduardo Amadeu Dutra Moresi, Universidade Católica de Brasília
Docente e pesquisador do Programa de Pós-Graduação em Gestão do Conhecimento e da Tecnologia da Informação da Universidade Católica de Brasília, Doutor em Ciência da Informação pela Universidade de Brasília.
Michel Carmo Lopes, Universidade Católica de Brasília
Docente e pesquisadordo Projeto BrazilianEducationProgram for iOSDevelopment (BEPiD) da Universidade Católica de Brasília, Especialista em Gestão de Projetos pela Universidade Católica de Brasília.
Marcos Augusto Alves Tito de Morais, Universidade Católica de Brasília
Instrutor do Projeto BrazilianEducationProgram for iOSDevelopment (BEPiD) da Universidade Católica de Brasília,Bacharel em Sistemas de Informação pela Universidade Católica de Brasília.
Publicado
2018-05-07
Seção
Resumos de artigos científicos