Estudo de usuário interno em serviços de arquivos de recursos humanos: avaliação da qualidade de serviços e necessidades de informação

  • Giseli Milani Santiago Balbino Universidade Federal de Minas Gerais
  • Eliane Cristina de Freitas Rocha Universidade Federal de Minas Gerais

Resumo

O estudo de usuários da informação é imprescindível para o conhecimento do uso, aperfeiçoamento, relações e distribuição de recursos de sistemas de informação. Objetiva identificar e caracterizar os interesses, as necessidades, hábitos de uso da informação de usuários reais ou potenciais. Na Arquivologia, os estudos voltados para usuários são exíguos. Este trabalho objetivou traçar o perfil do usuário interno de um serviço de arquivo de recursos humanos de uma instituição pública, bem como avaliar a qualidade dos serviços prestados pelo arquivo e as necessidades de informação deste usuário. A metodologia consistiu na análise exploratória quantitativa de dados, para traçar o perfil e avaliação do serviço de arquivo através de aplicação de questionário, e num segundo momento analise qualitativa verificando as necessidades de informação através de entrevista, aliada com observação não participante que verificou o processo de busca e recuperação da informação. Os resultados apontam para usuários em sua maioria do sexo feminino, com mais de 10 anos de serviço, que utilizam diariamente o serviço arquivístico. Os usuários utilizam o sistema de recursos humanos, embora sua confiabilidade não seja total, devido a erro humano. Concluiu-se que o serviço de arquivo interno de Recursos Humanos atende de maneira satisfatória as demandas de seus usuários.

 

Palavras-chave: Estudo de usuários. Usuários internos de arquivos. Necessidades de informação.

 

Link: http://portaldeperiodicos.eci.ufmg.br/index.php/moci/article/view/3098/1856

 

Biografia do Autor

Giseli Milani Santiago Balbino, Universidade Federal de Minas Gerais
Graduanda do curso de Arquivologia da Escola de Ciência da Informação, da Universidade Federal de Minas Gerais.
Eliane Cristina de Freitas Rocha, Universidade Federal de Minas Gerais
Doutora em Ciência da Informação, professora dos cursos da Escola de Ciência da Informação da Universidade Federal de Minas Gerais.
Publicado
2018-06-28
Seção
Resumos de artigos científicos