Bibliotecários em hospitais: o olhar crítico e humanístico da profissão

  • Márcio da Silva Finamor IBICT/UFRJ
  • Clóvis Ricardo Montenegro de Lima IBICT/UFRJ

Resumo

Mostra uma perspectiva crítica e humanística da profissão do bibliotecário. Utilizando a abordagem da teoria dos sistemas do sociólogo Niklas Luhmann, uma vez que as organizações de saúde são consideradas complexas, o que nos permitiu entender as contradições e dificuldade das relações e trazer para esse ambiente ambíguo pressupostos da teoria discursiva, do agir comunicativo e humanístico com base no filósofo Jürgen Habermas como uma forma especial de conceber ações comunicativas e discursivas dentro deste ambiente restrito. Concluise que as perspectivas dessa visão crítica e humanística desse profissional são emergentes e necessárias, mas que requerem uma reconfiguração na formação do bibliotecário, ensino em consonância com esse raciocínio e a aquisição de novas competências como a competência comunicativa, assim como, a criação de eixos sobre informação em saúde e ciências da saúde em sua formação.

Palavras-chave: Bibliotecário Crítico. Bibliotecário Humanista. Organizações complexas. Informação em saúde

Link: http://revista.ibict.br/fiinf/article/view/4003/3335

Biografia do Autor

Márcio da Silva Finamor, IBICT/UFRJ
Mestre em Ciência da Informação - IBICT/UFRJ
Clóvis Ricardo Montenegro de Lima, IBICT/UFRJ
Pós-doutor em Ciência da Informação - IBICT/UFRJ
Publicado
2018-06-28
Seção
Resumos de artigos científicos