Discos de vinil como artefato de memória e informação: o processo de organização e disseminação do acervo fonográfico do memorial Denis Bernardes

Autores

  • Eline Isobel Souza UFPE
  • Danielle Alves Oliveira UFPE
  • Paulo Vitor Crispim UFPE

DOI:

https://doi.org/10.22478/ufpb.1981-0695.2018v13n1.39418

Resumo

Apresenta as atividades desenvolvidas na organização do acervo de discos de Vinil, custodiado pelo Memorial Denis Bernardes, situado no prédio da Biblioteca Central da Universidade Federal de Pernambuco. Deste modo, destacamos o processo de digitalização e tratamento das capas do material fonográfico, com o intuito de disseminar as informações, possibilitando o livre uso dos dados para ressignificação da memória e produção do conhecimento. Assim, utilizamos como metodologia, a pesquisa bibliográfica e visita de campo. Conclui-se que esses documentos carregam informações extremamente valiosas sobre a obra, o artista e evidenciam aspectos subjetivos da expressão cultural da época, e por isso, não podem ser desprezados.

Palavras-Chave: Discos de Vinil. Documento. Memória.

Link: http://www.periodicos.ufpb.br/ojs/index.php/archeion/article/view/36241/pdf_1

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Eline Isobel Souza, UFPE

Graduanda em biblioteconomia pelo Departamento de Ciência da Informação da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE).

Danielle Alves Oliveira, UFPE

Professora do Departamento de Ciência da Informação da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). Mestra em Ciência da Informação pela Universidade Federal da Paraíba (UFPB).

Paulo Vitor Crispim, UFPE

Graduado em Biblioteconomia pelo Departamento de Ciência da Informação da Universidade Federal de Pernambuco. Técnico em Segurança do trabalho pelo SENAC.

Publicado

2018-06-28

Edição

Seção

Resumos de artigos científicos