A mediação da informação e seu estado da arte: uma análise bibliométrica e teórico-conceitual na literatura nacional e internacional

Resumo

O artigo é síntese da Tese de Doutorado em Ciência da Informação, em curso, que investiga o estado da arte da mediação da informação a partir dos conceitos localizados nas publicações científicas da área Comunicação e Informação que foram publicadas até o ano de 2017. De natureza básica, exploratória e descritiva, a tese adota como método a pesquisa bibliográfica e documental. Como corpus de análise, foram selecionados os trabalhos publicados nos anais de todas as edições do Encontro Nacional de Pesquisa em Ciência da Informação (1994-2017), os artigos de periódicos nacionais e internacionais com Estrato Qualis-Periódicos entre A1 e B1 na área Comunicação e Informação (quadriênio 2013-2016) e as teses e dissertações dos Programas de Pós-Graduação em Ciência da Informação e áreas afins. Como técnica de análise, utiliza os estudos métricos e análise do discurso. Os resultados iniciais demonstram que há um aumento nas publicações sobre mediação e múltiplos são os contextos em que ela é discutida. Considera que a mediação tem se apresentado como um dos temas emergentes na Ciência da Informação e que, portanto, necessita de uma análise histórica e conceitual quanto a sua inserção na área.

Biografia do Autor

João Arlindo dos Santos Neto, Universidade Estadual de Londrina, Universidade Estadual Paulista "Julio de Mesquita Filho"
Doutorando pelo Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação da Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho", UNESP. Professor do Departamento de Ciência da Informação da Universidade Estadual de Londrina, UEL.
Oswaldo Francisco de Almeida Júnior, Universidade Estadual de Londrina, Universidade Estadual Paulista "Julio de Mesquita Filho"
Professor Associado da Universidade Estadual de Londrina. Professor permanente do Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação da Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho. Doutor em Ciências da Comunicação pela Universidade de São Paulo.
Publicado
2018-05-31
Seção
Pesquisas em andamento