Agenda 2030: uma proposta de advocacy junto às bibliotecas das universidades públicas de Florianópolis-SC

  • Sigrid Karin Weiss Dutra Universidade Federal de Santa Catarina
  • Marli Dias de Souza Pinto Universidade Federal de Santa Catarina
  • Genilson Geraldo Universidade Federal de Santa Catarina

Resumo

Para este estudo, resgata-se uma aproximação com a Biblioteca universitária que sucintamente centra-se na organização e disponibilização do conhecimento numa perspectiva sistêmica. O estudo se caracteriza como exploratório, com abordagem qualitativa, e o caminho metodológico compreendeu o envio de questionário aos gestores de bibliotecas de Bibliotecas Universitárias Federais e uma pesquisa bibliográfica  para verificar o estado da arte sobre o tema em questão. O propósito deste estudo é propor ações alinhadas ao Internacional Advocacy Program (IAP) da IFLA, visando sensibilizar e conscientizar, os bibliotecários a nível regional e local, utilizando o Advocacy, como instrumento na defesa da inserção das bibliotecas universitárias nas metas e Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, previsto na Agenda 2030 da ONU, mediante o desenvolvimento de um programa junto às bibliotecas das universidades públicas, sediadas no município de Florianópolis-SC.

Palavras-chave: Bibliotecas Universitárias. Advogacy. Agenda 2030 ONU. Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS). 

Link: https://rbbd.febab.org.br/rbbd/article/view/939/959

 

Biografia do Autor

Sigrid Karin Weiss Dutra, Universidade Federal de Santa Catarina
Bibliotecária da Universidade Federal de Santa Catarina.
Marli Dias de Souza Pinto, Universidade Federal de Santa Catarina
Professora Adjunta do Programa de Pós-graduação em Ciência da Informação e dos cursos de graduação do Departamento de Ciência da Informação da Universidade Federal de Santa Catarina.
Genilson Geraldo, Universidade Federal de Santa Catarina
Graduando em Biblioteconomia pela Universidade Federal de Santa Catarina.
Publicado
2018-06-28
Seção
Resumos de artigos científicos