Gestão do conhecimento associada às práticas arquivísticas na formação e preservação da memória organizacional

  • Rayan Aramís de Brito Feitoza UFPB
  • Emeide Nóbrega Duarte UFPB

Resumo

Discute sobre a Gestão do Conhecimento (GC) associada às práticas arquivísticas como caminhos para formação e preservação da Memória Organizacional (MO) tendo em vista a valoração da informação e do conhecimento em ambientes organizacionais na sociedade. Objetiva analisar como os processos de gestão do conhecimento associados às práticas arquivísticas podem contribuir com a formação e preservação da memória organizacional no Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas da Paraíba (SEBRAE/PB), por ser uma organização baseada no conhecimento, cujos saberes individuais são socialmente compartilhados pelo grupo e considerados ativos valiosos capazes de vencer as contingências ambientais. Em termos metodológicos, trata-se de um estudo exploratório-descritivo e correlacional, com uma abordagem qualitativa. É uma pesquisa documental e de campo, configurando-se como um estudo de caso no arquivo do SEBRAE/PB. Adota como instrumento de coleta, a técnica de observação direta com anotações em diário de campo formalizado, bem como entrevista semiestruturada para validação, utilizando-se da análise de conteúdo para análise e interpretação dos dados.

Biografia do Autor

Rayan Aramís de Brito Feitoza, UFPB
Mestrando em Ciência da Informação pelo Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação pela Universidade Federal da Paraíba (PPGCI/UFPB)
Emeide Nóbrega Duarte, UFPB
Docente e pesquisadora da Universidade Federal da Paraíba (UFPB), Pós-Doutorado em Ciência da Informação pela Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Publicado
2018-06-28
Seção
Pesquisas em andamento