A Biblioteca Central do Centro de Ciências da Saúde da UFRJ: memórias, identidades e narrativas

  • Grasiele Barreto Rangel Monteiro UFRJ
  • Diana de Souza Pinto UNIRIO

Resumo

Investiga as memórias e configurações identitárias profissionais e pessoais de funcionários da Biblioteca Central do Centro de Ciências da Saúde (CCS) da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), a partir de narrativas de experiências pessoais inseridas em uma entrevista grupal. Observa-se a coconstrução da interação localmente e suas relações com os contextos macro-estruturais que a permeiam. Parte-se do pressuposto de que as memórias, as narrativas e as configurações identitárias são construções sociais realizadas na interação, sendo, portanto, conceitos dinâmicos (LINDE, 2009). O corpus desta pesquisa é constituído por uma entrevista grupal com funcionários da biblioteca com base em perguntas abertas que visavam à evocação de narrativas que tematizassem as memórias em relação ao espaço. A análise da entrevista pauta-se na perspectiva interacional para a análise do discurso (GOFFMAN, 1979; GUMPERZ, 1982) e na Análise das Narrativas (RIESSMAN, 2008). A análise evidenciou o compartilhamento de experiências, a alta sintonia conversacional e o emprego de várias estratégias discursivas, tais como o diálogo construído (TANNEN, 1989). Observou-se, também, na construção da memória coletiva (HALBWACHS, 2004), diferentes alinhamentos (GOFFMAN, 1979) constitutivos de uma variada gama de identidades pessoais e profissionais, alicerçadas em valores tais como companheirismo, amizade e solidariedade.

Palavras-chave: Memória Social. Narrativa. Análise do discurso. Identidades. Sociolinguística Interacional.

Link: http://www.periodicos.ufpb.br/index.php/biblio/article/view/34103/18822

Biografia do Autor

Grasiele Barreto Rangel Monteiro, UFRJ
UFRJ
Diana de Souza Pinto, UNIRIO
UNIRIO
Publicado
2018-06-28
Seção
Resumos de artigos científicos