Representação descritiva da informação em bibliotecas: um estudo sobre os formatos de intercâmbio

Resumo

A presente pesquisa situa-se no âmbito da organização da informação em catálogos de bibliotecas com enfoque na representação descritiva e nos formatos de intercâmbio de dados. A investigação aqui proposta se dará por meio de uma pesquisa bibliográfica e de natureza descritiva, com abordagem qualitativa. Constitui-se como objetivo conhecer características da trajetória e da estrutura da descrição de livros impressos nos diferentes formatos de descrição bibliográfica, tais como: o CALCO, o IBICT, o CCF, o UNIMARC e outros, realizando um cotejamento destes com as características do padrão MARC 21. Para atender o objetivo proposto, foram delimitados os seguintes objetivos específicos: identificar formatos de descrição e intercâmbio de dados utilizados em bibliotecas e seus princípios norteadores; enfatizar a importância de se adotar as regras de descrição e os formatos de intercâmbio para a Representação Descritiva em sistemas de bibliotecas; e apontar em que aspectos a estrutura de descrição dos dados de outros formatos de intercâmbio se assemelham ou se diferenciam do Formato MARC 21.

Biografia do Autor

Luciana Dumer, Universidade Federal da Paraíba (UFPB)
Mestranda do Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação da Univeridade Federal da Paraíba (PPGCI/UFPB). Bacharel em Biblioteconomia pela Univeridade Federal do Espírito Santo (UFES). Bibliotecária do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Espírito Santo (Ifes), campus Cariacica.
Maria Elizabeth Baltar Carneiro de Albuquerque, Universidade Federal da Paraíba (UFPB)
Professora do Departamento de Ciência da Informação da Universidade Federal da Paraíba. Doutora em Letras pela UFPB.
Publicado
2018-09-27
Seção
Pesquisas em andamento