Desempenho intra e extraescolar da biblioteca: análise comparativa da sua atuação nas escolas particulares e públicas do ensino médio Manaus-AM

  • Priscilla Correia Carvalho Universidade Federal do Amazonas (UFAM)
  • Raimundo Martins de Lima Universidade Federal do Amazonas (UFAM)

Resumo

A biblioteca escolar desempenha um papel significativo no cotidiano do aluno, o que influencia além dos muros da escola. Diante dos resultados obtidos no Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) de 2014 se procurou analisar a realidade da biblioteca escolar em Manaus - AM, no âmbito particular e público (estadual e federal) e sua influência no desempenho, na formação educacional dos alunos. A pesquisa foi financiada pela Fundação de Amparo à Pesquisa do estado do Amazonas (FAPEAM) por meio do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica (PIBIC), a pesquisa foi realizada do segundo semestre de 2015 ao segundo semestre de 2016. Observou-se os projetos que essas bibliotecas desenvolvem, a forma como é percebida pelos alunos, docentes, profissionais que atuam na biblioteca e gestores. Nessa perspectiva, o problema aponta para saber: qual a interação e o desempenho que a biblioteca escolar exerce sobre o aluno no contexto intra e extraescolar, nas escolas públicas e particulares? Para a solução desse problema, a pesquisa foi desenvolvida em três fases: qualificação do projeto, coleta de dados e finalização da pesquisa. Na primeira fase foi usada pesquisa de cunho bibliográfico e documental. A coleta de dados foi feita em três escolas, sendo duas públicas (estadual e federal) e uma particular. Foi elaborado quatro questionários para conhecer melhoras informações dos sujeitos da pesquisa composta por: profissionais que atuam na biblioteca, 2 (dois) por escola; alunos, 15 (quinze por escola); professores, 8 (oito por escola) e o gestor da escola 1 (um por escola). Num total de 6 (seis) profissionais que atuam na biblioteca 45 (quarenta e cinco) alunos, 24 (vinte e quatro) professores e 3 (três) gestores. Porém, houve modificações quanto ao número de pesquisados, com exceção dos alunos. Assim, foi realizada a pesquisa com 04 (quatro) profissionais que atuam na biblioteca, sendo 3 (três) bibliotecários e 01 (um) auxiliar de biblioteca, 23 (vinte e três) professores, 2 (dois) gestores e 1 (um) subgestor. Na terceira fase da pesquisa, os dados quantitativos e coletados foram tabulados e posteriormente usados na construção de gráficos e tabelas. Os dados qualitativos também foram organizados e categorizados, em tabelas do Word, e todos condensados na pesquisa. Os dados, tanto quantitativos, quanto qualitativos, foram analisados à luz dos conhecimentos adquiridos com as leituras e fichamentos realizados na primeira fase da pesquisa. Quanto aos resultados, ficou comprovado que as bibliotecas das escolas estudadas são espaços interativos e mesmo sem possuírem grandes estruturas (exceção feita à Biblioteca da Escola Federal), todas executam projetos que favorecem a interação com os seus alunos e professores.

Pàlavras-chave: Biblioteca escolar. Desempenho intra e extraescolar. Serviços pedagógicos.

Link: http://racin.arquivologiauepb.com.br/edicoes/v5_n2/racin_v5_n2_artigo09.pdf

Biografia do Autor

Priscilla Correia Carvalho, Universidade Federal do Amazonas (UFAM)
Especialista em Políticas e Gestão de Serviço Social (2016). Graduada em Serviço Social (2013) pela Faculdade Salesiana Dom Bosco. Graduanda em Biblioteconomia pela Universidade Federal do Amazonas (UFAM).
Raimundo Martins de Lima, Universidade Federal do Amazonas (UFAM)
Professor adjunto do departamento de Arquivologia e Biblioteconomia da Universidade Federal do Amazonas (UFAM). Doutor (2014) e mestre (1998) pelo Programa de Pós-Graduação em Sociedade e Cultura na Amazônia da UFAM. Graduado em Biblioteconomia (1980) pela UFAM.
Publicado
2018-10-20
Seção
Resumos de artigos científicos