Estudo bibliométrico sobre avaliação educacional utilizando mineração de dados na base do teste de PISA

  • Robert Alvarenga dos Santos Instituto Superior de Educação Professor Aldo Muylaert
  • Cássio Rangel Paulista Instituto Federal Fluminense
  • Henrique Rego Monteiro da Hora Instituto Federal Fluminense

Resumo

A avaliação educacional constitui um elemento chave para melhorar a qualidade de qualquer escola ou, em seu sentido mais amplo, a qualidade do sistema educacional como um todo. Uma avaliação educacional é importante não só para avaliar a qualidade da educação oferecida, mas também para identificar os pontos fortes e fracos, procurando garantir que todas as escolas ofereçam aos alunos uma educação de qualidade que atenda aos padrões de excelência alcançados nos países mais bem desenvolvidos na questão educacional. O Programa Internacional de Avaliação de Estudantes (PISA) é um programa internacional de testes da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) realizado em mais de 60 países em todo o mundo. O banco de dados é de acesso aberto, e, portanto, oferece uma possibilidade para exploração científica e mineração de dados. A exigência de um estudo aprofundado dos dados educacionais pressupõe o emprego de tecnologias que possibilitem analisar uma vasta quantidade de dados e, por conseguinte, extrair informações e conhecimento relevante. A mineração de dados se apresenta como uma das técnicas que auxilia a descoberta de conhecimento em grandes bases de dados. Um estudo bibliométrico nessa área é relevante por fornecer informações e orientações para pesquisadores em relação ao andamento da produção cientifica. O objetivo dessa pesquisa é mapear a produção científica na área de avaliação educacional com foco no teste do PISA, utilizando técnicas de mineração de dados, com o intuito de apresentar uma visão mais ampla da produção científica nacional e internacional dentro deste contexto. Para tanto, foi realizado um estudo bibliométrico da produção científica indexada na base de dados Scopus, considerando o período dos últimos dez anos. Foi possível verificar que a área de avaliação educacional usando mineração de dados se destacou em termos de quantidade de publicações, apresentando uma produção crescente ao longo do período avaliado. Os resultados favoreceram ao conhecimento de um cenário mais abrangente sobre a produção científica sobre o tema e apontaram para a ausência de trabalhos que empregam a mineração de dados na base do PISA para realização de uma avaliação educacional. Isso indica um déficit de produção nessa área, que tem grande potencial a ser explorada.

Palavras-chave: Indicadores educacionais. Programa Internacional de Avaliação de Estudantes. Mineração de dados.

Link: http://racin.arquivologiauepb.com.br/edicoes/v5_n2/racin_v5_n2_artigo05.pdf

Biografia do Autor

Robert Alvarenga dos Santos, Instituto Superior de Educação Professor Aldo Muylaert
Professora do curso de Pedagogia do Instituto Superior de Educação Professor Aldo Muylaert e de matemática do Centro Educacional de Campos e do Centro Educacional Nossa Senhora Auxiliadora. Mestranda em Sistemas Aplicados à Engenharia e Gestão no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Fluminense. Graduada em licenciatura em Matemática (2008) pela Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro (UENF).
Cássio Rangel Paulista, Instituto Federal Fluminense
Professor substituto do Instituto Federal Fluminense (IFF). Especialista em Docência do Ensino Superior (2016) pela Universidade Candido Mendes (UCAM). Graduado em Engenharia Mecânica (2014) pela Faculdade Redentor.
Henrique Rego Monteiro da Hora, Instituto Federal Fluminense
Professor do Instituto Federal Fluminense (IFF). Doutor em Engenharia de Produção (2013) pela Universidade Federal Fluminense (UFF). Mestre em Engenharia de Produção (2007) pela Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro (UENF). Graduado em Tecnologia em Informática (2004) pelo IFF.
Publicado
2018-10-20
Seção
Resumos de artigos científicos