Bibliotecas universitárias: guardiãs de bibliotecas particulares

  • Fernando Leipnitz Universidade Federal do Ceará
  • Marta Rosa Borin Universidade Federal de Santa Maria

Resumo

Este artigo busca observar um movimento de retorno de acervos bibliográficos particulares para as universidades. Um destes exemplos a serem observados são as coleções especiais – acervos particulares de livros ou bibliotecas particulares - que na origem das universidades, muito contribuíram para formar os acervos de suas próprias bibliotecas. Destacam-se nessa categoria, as aquisições por doação ou compra por parte das instituições que se organizaram para receber bibliotecas particulares e profissionalizaram sua administração para fazer a guarda e preservação destes acervos. O resultado do retorno da doação de acervos particulares às bibliotecas universitárias mostra-se através do desdobramento em diferentes níveis: as universidades como instituições mais adequadas a fazerem a guarda, a preservação física das obras, a digitalização de coleções e o acesso online em algumas propostas. Também salienta-se a valorização da instituição pela confiabilidade em fazer a guarda e das próprias coleções particulares e a visibilidade e aproveitamento que recebem da comunidade acadêmica através da pesquisa e produção científica em diferentes áreas que as coleções especiais podem proporcionar.

Palavras-chave: Bibliotecas universitárias. Coleções especiais. Patrimônio Cultural. Preservação.

Link: https://portalseer.ufba.br/index.php/revistaici/article/view/14047/16172

Biografia do Autor

Fernando Leipnitz, Universidade Federal do Ceará
Mestra em Ciência da Informação pela Universidade Federal da Paraíba (UFPB). Professora Assistente do Departamento de Ciências da Informação da Universidade Federal do Ceará (UFC).
Marta Rosa Borin, Universidade Federal de Santa Maria
Prof.ª Drª. Departamento de Metodologia do Ensino/CE Universidade Federal de Santa Maria
Publicado
2018-10-20
Seção
Resumos de artigos científicos