Aplicação de competências científicas no trabalho: um estudo no Banco do Brasil

  • Gerson Padilha de Almeida Universidade Católica de Brasília (UCB)
  • Isa Aparecida de Freitas Universidade de Brasília (UnB)
  • Edilson Ferneda Universidade Católica de Brasília (UCB)

Resumo

Somente a formação escolar tradicional não consegue desenvolver as competências profissionais necessárias à realidade empresarial. A busca pelo conhecimento inovador, também ultrapassa os limites das universidades corporativas e encontra refúgio nos centros de excelência de criação do conhecimento e inovação que são as universidades, especificamente em seus cursos de mestrado e doutorado. Os profissionais que participam de mestrado ou doutorado desenvolvem, por meio da pesquisa acadêmica, conhecimentos, habilidades e atitudes científicas denominadas competências científicas. O objetivo deste estudo é verificar a aplicação de competências científicas no Banco do Brasil adquiridas por meio do seu programa de capacitação em nível stricto sensu. A partir das opiniões dos participantes do programa de capacitação do Banco do Brasil, coletadas via questionário, foram realizadas: (i) uma análise exploratória e descritiva dos dados, (ii) uma análise fatorial exploratória das variáveis referentes a cada constructo e de consistência interna dos fatores extraídos, (iii) uma análise de correlação para verificação da inter-relação entre os fatores e (iv) uma análise de regressão múltipla. Os resultados da pesquisa indicam que as competências científicas desenvolvidas pelos mestres e doutores são aplicadas no trabalho, tendo o suporte organizacional como fator preditivo para essa aplicação.

Palavras-chave: Educação Corporativa. Transferência de Aprendizagem. Competências Científicas.

Link: http://www.periodicos.ufpb.br/ojs/index.php/pgc/article/view/32150/19966

Biografia do Autor

Gerson Padilha de Almeida, Universidade Católica de Brasília (UCB)

Publicado
2018-11-16
Seção
Resumos de artigos científicos