Acessibilidade em biblioteca escolar: estudo de caso do Instituto Federal do Rio de Janeiro - Campus Paracambi–RJ

  • Cládice Nóbile Diniz UNIRIO
  • Marcele do Nascimento Silva Tamashiro IFRJ
  • Marcos Pastana Santos IFRJ
  • Valéria de Almeida Peres IFRJ

Resumo

Estuda a acessibilidade da biblioteca escolar do Instituto Federal do Rio de Janeiro Campus Paracambi– RJ, entre janeiro e março de 2017, da ótica da Lei n° 13.146/2015 e da norma técnica brasileira NBR 9050:2015, quanto a aspectos arquitetônicos, urbanísticos e instrumentais. Objetiva investigar as condições de locomoção de usuários com deficiência em prol de seus acessos informacionais. A metodologia, de estudo de caso descritivo, opera com nove indicadores de ocorrência de barreiras desenvolvidos em relação ao entorno da biblioteca investigada, à sua entrada e a seus espaços internos, pisos, corredores, sanitários, balcões, mesas de consulta dos usuários e estantes. Apoia-se em pesquisa documental, bibliográfica e de campo. O tratamento dos dados foi qualitativo. Resultou identificar a existência de barreiras e constatou que a solução do problema é alvo de esforços da administração da instituição, que busca resolvê-lo com equipamentos e obras, como a instalação de elevadores. Conclui que o método utilizado de estudo da acessibilidade por indicadores pode ser uma ferramenta de apoio à decisão útil a gestores de bibliotecas por permitir estabelecer critérios de prioridades em processos de mudanças em prol da acessibilidade.

Palavras‐chave: Biblioteca escolar. Acesso Informacional. Acessibilidade. Barreiras arquitetônica e urbanística

Link: http://www.periodicos.ufc.br/informacaoempauta/article/view/20651/31064

Biografia do Autor

Cládice Nóbile Diniz, UNIRIO
Doutora em Ciência da Informação pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Professora da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO).
Marcele do Nascimento Silva Tamashiro, IFRJ
Mestre em Biblioteconomia pela Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO). Técnico Administrativo em Educação do Instituto Federal do Rio de Janeiro ( IFRJ)
Marcos Pastana Santos, IFRJ
Mestre em Biblioteconomia pela Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO). Coordenador de Biblioteca do Instituto Federal do Rio de Janeiro (IFRJ).
Valéria de Almeida Peres, IFRJ
Especialista em Biblioteconomia e Gestão de Bibliotecas Escolares pela Universidade Cândido Mendes (UCAM). Técnico Administrativo em Educação do Instituto Federal do Rio de Janeiro (IFRJ).
Publicado
2018-12-05
Seção
Resumos de artigos científicos