O DELINEAMENTO DE UMA PESQUISA EM IMAGENS E AUDIOVISUAIS NA CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO: O “TAGUEAMENTO” COMO QUARTA DIMENSÃO

  • Rosa Inês de Novais Cordeiro Universidade Federal Fluminense (UFF)

Resumo

Introdução: Abordam-se quatro dimensões convergentes no delineamento de uma pesquisa em imagens e audiovisuais na área da Ciência da Informação e, em particular, no contexto da organização da informação visual.

Objetivo: Apontar que um estudo de imagens e audiovisuais se substancia com maior densidade quando as seguintes dimensões são ponderadas/clarificadas na pesquisa: a especialidade da Ciência da Informação envolvida, bem como as áreas de interface ou campo operacional eleito; a natureza do corpus de análise; os cenários sociais, culturais, econômicos, entre outros, relacionados, em ambientes informacionais físicos ou digitais; e o estado da arte da literatura. Metodologia: Reflexão teórica a partir da literatura que aborda a indexação para a representação e o acesso do objeto de estudo em ambientes de informação.

Resultados: As quatro dimensões impactam na determinação das variáveis que devem ser consideradas em uma pesquisa sobre informações visuais e nos resultados alcançados, tendo em conta que esse universo de informações é gigantesco e repleto de peculiaridades. No que tange à quarta dimensão destacam-se na literatura sobre imagem e audiovisuais no âmbito da indexação e busca da informação, os artigos sobre o ”tagueamento” colaborativo/social, os quais tentam determinar a relação cognitiva da atribuição de tags (etiquetagens livres) nas consultas.

Conclusões: Na literatura analisada percebe-se a abordagem de três das dimensões mencionadas, contudo a dimensão da problematização e caracterização dos cenários carece de uma maior exposição.

Palavras-chave: Pesquisa em imagens. Pesquisa em audiovisuais. Indexação de imagens. Indexação de audiovisuais. “Tagueamento” colaborativo/social.

Link: http://www.uel.br/revistas/uel/index.php/informacao/article/view/32581/23228

Biografia do Autor

Rosa Inês de Novais Cordeiro, Universidade Federal Fluminense (UFF)
Doutora em Comunicação e Cultura pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Professora da Universidade Federal Fluminense (UFF).
Publicado
2018-12-05
Seção
Resumos de artigos científicos