A FORMAÇÃO PEDAGÓGICA NOS PROGRAMAS DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU EM CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO NO BRASIL

  • Ana Maria Mendes Miranda UEL
  • André Luís Caçula Gaia UEL
  • João Arlindo dos Santos Neto UEL

Resumo

Formação didática e pedagógica para pósgraduandos no Brasil constituem os temas de interesse deste artigo, que analisa a matriz curricular dos Programas de PósGraduação stricto sensu em Ciência da Informação no Brasil, com o objetivo de investigar a presença de conteúdos que explicitem as temáticas formação pedagógica, formação docente, mediação pedagógica e afins, nas disciplinas ofertadas. A partir de uma revisão de literatura e do método documental com abordagem qualitativa, os dados foram coletados nos sites dos Programas e na Plataforma Sucupira. Como resultados, dos 15 Programas analisados somente cinco possuem disciplinas direcionadas para a temática enfocada. A análise centrou-se nas disciplinas que explicitam a presença de conteúdos pedagógicos e educativos, que visem a formação didática e pedagógica do futuro docente. Ressalta que é necessária uma atenção maior pelos Programas em relação a uma formação didático-pedagógica dos discentes, que vá além da científico-acadêmica. Considera que as temáticas analisadas ainda são pouco abordadas pelas disciplinas dos Programas de Pós-Graduação.

Palavras-chave: Formação Pedagógica. Programas de Pós-Graduação. Ciência da Informação. Didática de Ensino. Docência na Ciência da Informação.

Link: http://abecin.org.br/portalderevistas/index.php/rebecin/article/view/113/pdf

Publicado
2018-12-05
Seção
Resumos de artigos científicos