A construção da atual fundamentação do pensamento biblioteconômico-informacional nos cursos de graduação em Biblioteconomia no Brasil

  • Priscila de Souza Figueira Cervo UNIRIO
  • Gustavo Silva Saldanha IBICT

Resumo

O trabalho discutiu a epistemologia biblioteconômico-informacional no Brasil a partir de uma perspectiva documental estruturada na análise de matrizes curriculares, ementas e planos de estudo. O objetivo geral foi compreender a construção dos fundamentos teóricos do campo, tendo como ponto de partida as disciplinas voltadas para a fundamentação dos cursos brasileiros de graduação. Como objetivos específicos, almejou-se: a. discutir a condição quali e quantitativa da fundamentação em Biblioteconomia & Ciência da Informação no Brasil hoje; b. identificar os conceitos centrais da fundamentação biblioteconômico-informacional a partir de ementas; c. mapear as autoridades bibliográficas presentes em tal fundamentação a partir das referências bibliográficas dos planos de estudos; d. mapear as fontes bibliográficas centrais a partir dos planos de estudos. A pesquisa, de natureza teórica, baseada em fontes documentais, atravessou as seguintes etapas metodológicas: em primeiro lugar, coleta documental nos portais eletrônicos em rede das universidades e por solicitações diretas; em segundo lugar, análise e discussão dos dados via esquemas comparativos, estabelecidos a partir variáveis constituídas no diálogo entre o referencial teórico e as características das fontes. Os resultados demonstraram a atual heterogeneidade dos processos de teorização biblioteconômico-informacional no país, além de identificar a correlação assertiva com as hipóteses de aprofundamentos epistemológicos e de expansão do debate teórico no campo.

Palavras-chave: Biblioteconomia e Ciência da Informação - Brasil. Epistemologia. Ensino. Estrutura curricular. Fundamentação biblioteconômico-informacional.

Link: https://seer.ufrgs.br/EmQuestao/article/view/75293

Publicado
2018-12-06
Seção
Resumos de artigos científicos