A informação enfurecida e a missão do bibliotecário em tempos de pós-verdade: uma releitura com base em Ortega y Gasset

  • Elisa Cristina Delfini Corrêa Universidade do Estado de Santa Catarina
  • Marcela Gaspar Custódio Universidade Federal de Santa Catarina

Resumo

Artigo que retoma a concepção da missão do bibliotecário, proposta por Ortega Y Gasset na década de 1930, apresentando uma adaptação do que o autor chama de “livro enfurecido” à informação veiculada digitalmente nos dias atuais, em especial diante dos fenômenos da pósverdade. Discute a atualidade dos problemas e a pertinência das soluções indicadas por Ortega y Gasset, analisando a evolução da informação enfurecida nas culturas impressa e digital e traçando um paralelo com as possibilidades de intervenção do bibliotecário a partir de sua missão na sociedade contemporânea.

Palavras chave: Missão do Bibliotecário. Cultura impressa. Cultura Digital. Pós-verdade. Ortega y Gasset.

Link: https://rbbd.febab.org.br/rbbd/article/view/777/1043

Biografia do Autor

Elisa Cristina Delfini Corrêa, Universidade do Estado de Santa Catarina
Docente do Departamento de Biblioteconomia e Gestão da Informação e do Programa de Pósgraduação em Gestão da Informação da Universidade do Estado de Santa Catarina.
Marcela Gaspar Custódio, Universidade Federal de Santa Catarina
Mestranda em Ciência da Informação na Universidade Federal de Santa Catarina.
Publicado
2019-02-19
Seção
Resumos de artigos científicos