Bibliotecas escolares no interior do Estado de São Paulo: evidências sobre a carência de recursos

  • Everton da Silva Camilo Pós-graduação em Ciência da Informação da Universidade Estadual Paulista – Faculdade de Filosofia e Ciências (UNESP/FFC/Marília) – Campus Marília.
  • Claudio Marcondes de Castro Filho Departamento de Educação, Informação e Comunicação da Universidade de São Paulo – Faculdade de Filosofia, Ciências e Letrs de Ribeirão Preto (USP/FFCLRP) – Campus Ribeirão Preto.

Resumo

Resumo: Quando trazemos considerações sobre a existência de bibliotecas no território brasileiro, por vezes, se não frequentemente, nos deparamos com reflexões que se movem no campo da responsabilidade do Estado para com as iniciativas de políticas públicas contínuas nos campos da Educação e Cultura do País. Nesse sentido, a cidade de Ribeirão Preto, pertencente a uma das regiões mais ricas do Estado de São Paulo e que apresenta elevado padrão de vida e bons indicadores sociais, por não apresentar um coeso e interligado sistema de bibliotecas escolares, dado a magnitude desse município no interior do Estado de São Paulo, tornou-se a ambiência do objeto de estudo – bibliotecas escolares do sistema municipal de ensino de Ribeirão Preto – dessa investigação. À vista disso, objetivou-se analisar a possibilidade de uma rede de bibliotecas escolares ao sistema municipal de ensino de Ribeirão Preto. Para tanto, como metodologia, foi realizada uma pesquisa exploratória, descritiva, de natureza qualiquantitativa, com coleta de dados realizada a partir de técnica de observação simples durante visita técnica a quatro escolas do sistema municipal de ensino de Ribeirão Preto de diferentes regiões administrativas, assim como houve a aplicação de questionário aosresponsáveis das quatro bibliotecas escolares visitadas. Concluiu-se que as bibliotecas pesquisadas se encontram fora dos padrões estipulados pela política da International Association of School Librarianship, caso se anseie por bibliotecas escolares conectadas por meio de uma rede no sistema municipal de ensino de Ribeirão Preto. Abriu-se margem, assim, à discussão ao desenvolvimento de políticasmunicipais em favor de tornar as bibliotecas escolares das escolas do sistema municipal de ensino da cidade unidades de informação legitimadas e potencializadoras de formação de alcance global e de uso profícuo que objetive o desenvolvimento de novas competências e habilidades nos alunos. Palavras-chave: Rede de bibliotecas. Biblioteca Escolar. Políticas Públicas. São Paulo. Ribeirão Preto.

 

Abstract: When we consider the existence of libraries in brazilian territory, sometimes, if not often, we are faced with reflections that move in the field of State responsibility towards the initiatives of continuous public policies in the fields of Education and Culture of a country. Ribeirão Preto, which belongs to one of the richest regions of the State of São Paulo and has a high standard of living and good social indicators, became the ambience of the object of study of this research. Due to this, the objective of this study was to analyze the possibility of a network of school libraries to the municipal education system of Ribeirão Preto. As a methodology, an exploratory, descriptive, qualitative and quantitative research was done with data collection performed using simple observation technique during a technical visit to four schools of the Ribeirão Preto’s municipal education system from different administrative regions, as well as a questionnaire was applied to each head of each four school libraries visited. It was concluded that the libraries cannot be on the standards set by the policy of the International Association of School Librarianship. So, this led to the discussion of the development of municipal policies in favor of making the school libraries units of information legitimized and empowered aiming at the development of new skills and abilities in students. Keywords: Networked Libraries. School Library. Public Policy. Sao Paulo. Ribeirão Preto.

https://revista.acbsc.org.br/racb/article/view/1422

Biografia do Autor

Everton da Silva Camilo, Pós-graduação em Ciência da Informação da Universidade Estadual Paulista – Faculdade de Filosofia e Ciências (UNESP/FFC/Marília) – Campus Marília.
Mestrando do Programa de Pós-graduação em Ciência da Informação da Universidade Estadual Paulista – Faculdade de Filosofia e Ciências (UNESP/FFC/Marília) – Campus Marília. Bacharel em Biblioteconomia e Ciência da Informação pela Universidade de São Paulo (USP).
Claudio Marcondes de Castro Filho, Departamento de Educação, Informação e Comunicação da Universidade de São Paulo – Faculdade de Filosofia, Ciências e Letrs de Ribeirão Preto (USP/FFCLRP) – Campus Ribeirão Preto.
Pós-doutor em Biblioteca Escolar na Universidade Aberta de Lisboa. Doutor em Ciência da Informação pela Universidade de São Paulo (USP). Mestre em Ciência da Informação e Documentação pela Universidade de São Paulo (USP). Bacharel em Biblioteconomia pela Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo. Professor Doutor do Departamento de Educação, Informação e Comunicação da Universidade de São Paulo – Faculdade de Filosofia, Ciências e Letrs de Ribeirão Preto (USP/FFCLRP) – Campus Ribeirão Preto.
Publicado
2019-02-20
Seção
Resumos de artigos científicos