Analiticidade e inferência material: observações à teoria da informação semântica de Carnap e Bar-Hillel

Resumo

O presente artigo tem por objetivo apresentar duas observações à teoria da informação semântica de Carnap e BarHillel, primeiro, que as sentenças tomadas por verdadeiras em L deveriam ser tomadas como informativas e não deveriam estar na mesma classe que as tautologias e a segunda crítica é que estas sentenças tem a capacidade de expressar nossos quadros conceituais na forma de restrições. Isto significa que o valor informativo desta classe de sentenças deve ser interpretado como versando sobre nossas inferências materiais. Para realizar esta tarefa, iniciarei apresentando o conceito de informação, seus principais paradigmas e o tipo de teoria na qual se enquadra a teoria de Carnap e Bar-Hillel. Em seguida, farei a exposição das principais funções medidoras de informação, seguido de exemplos ilustrativos. E, por fim, irei executar um conjunto de críticas que culminam na reavaliação do papel que as sentenças verdadeiras em L desempenham.

Palavras-chave: Informação Semântica. Analiticidade. Inferência Material.

Link:http://revista.ibict.br/fiinf/article/view/4142/3741

Biografia do Autor

Ralph Leal Heck, Universidade Estadual do Ceará e Faculdade Católica de Fortaleza

Doutorando em Filosofia pela Universidade Federal do Ceará; Professor da Universidade Estadual do Ceará e Faculdade Católica de Fortaleza

Publicado
2019-03-07
Seção
Resumos de artigos científicos