Ciência da informação e filosofia da informação: reflexões e relações

Resumo

Considerando para este estudo a Filosofia como modo de pensamento reflexivo, parte-se do pressuposto que a reflexão perante a informação é de grande importância para a Ciência da Informação, visando seu desenvolvimento e também as relações mais profundas com outras áreas. Este estudo visa analisar as contribuições da Filosofia dentro da área da Ciência da Informação e os pressuposto que fundamentam a denominada Filosofia da Informação. A pesquisa se caracteriza como teórica nas bibliografias da área Ciência da Informação, tendo como base reflexiva o pensador Luciano Floridi, que explora sobre a Filosofia da Informação, Carlos Alberto Ávila Araújo, Vannevar Bush, Tefko Saracevic, que abordam sobre a Ciência da Informação e a Informação e, interpretação filosófica baseada nos filósofos Gilles Deleuze e Félix Guattari, Sílvio Gallo e Immanuel Kant. Os resultados permitem afirmar a importância da Filosofia como campo de reflexão para um objeto “mutante” que é a informação. O pensar na informação como um grande artefato para o desenvolvimento do conhecimento, possibilitando o exercício do desenvolvimento reflexivo, e como a Ciência da Informação pode de fato, se beneficiar com essa nova vertente, que é a Filosofia da Informação.

Biografia do Autor

Aline Laureano Suave, UNIVERSIDADE ESTADUAL DE LONDRINA
Mestranda do Programa de Pós-Graduacao da Universidade Estadual de Londrina (UEL)
Ana Cristina de Albuquerque, UNIVERSIDADE ESTADUAL DE LONDRINA - PR
Docente do Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação da Universidade Estadual de Londrina -PR
Publicado
2019-04-01
Seção
Pesquisas em andamento