Bibliotecário e editoração: mercado e competências necessárias

  • Maria Giovanna Guedes Farias Universidade Federal do Ceará, Brasil.
  • Juliana Soares Lima Universidade Federal do Ceará, Brasil.
  • Francisco Edvander Pires Santos Universidade Federal do Ceará, Brasil

Resumo

As impressões laborais vivenciadas no fazer docente, na experiência de conduzir um periódico científico eletrônico e na prática bibliotecária obtida no processo editorial no Sistema Eletrônico de Editoração de Revistas (SEER), aliadas à revisão de literatura, permitiram a produção deste artigo com o objetivo de apresentar as áreas de atuação do bibliotecário no mundo da editoração e as competências técnicas e comportamentais necessárias para tal. A presença do bibliotecário no mercado editorial tem sido percebida, principalmente, em periódicos científicos e em editoras comerciais e universitárias, mas de forma ainda muito modesta. Ainda são poucos os bibliotecários que atuam na editoração, o que pode ocorrer devido à falta de conhecimento por parte do mercado editorial das diversas competências que esse profissional desenvolve durante a graduação, as quais podem ser um diferencial para uma empresa/instituição editorial. Esse profissional pode atuar na análise de provas editoriais, na assessoria aos editores, autores e pareceristas, na consultoria e avaliação técnica de revista para inclusão em bases de dados, catalogação na fonte, conferência da terminologia e indexação, elaboração de diferentes relatórios relacionados aos periódicos, além de muitas outras áreas. Para isso, precisa desenvolver competências técnicas, tais como: conhecimento do fluxo editorial, de indexadores, diretórios e bases de dados; saber correlacionar a linguagem do autor com os vocabulários controlados existentes; ter capacidade de análise e síntese; conhecer softwares de design e artes gráficas; ter domínio de normalização, ferramentas para gerenciamento de referências e padronizações em publicações editoriais, entre outras tantas; além de competências comportamentais, a exemplo de: assertividade; autonomia; concentração; criatividade; diligência; dinamismo; imparcialidade; inteligência emocional; liderança; motivação; organização; proatividade; relacionamento interpessoal e senso estético.

Palavras-chave: Editoração. Bibliotecário. Áreas de atuação. Competências técnicas e comportamentais.

Link:http://www.periodicos.ufpb.br/ojs2/index.php/ies/article/view/38682/pdf

Biografia do Autor

Maria Giovanna Guedes Farias, Universidade Federal do Ceará, Brasil.
Doutora em Ciência da Informação pela Universidade Federal da Bahia, Brasl. Docente no Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação da Universidade Federal do Ceará, Brasil.
Juliana Soares Lima, Universidade Federal do Ceará, Brasil.

Mestranda no Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação pela
Universidade Federal do Ceará, Brasil.
Bibliotecária da Universidade Federal do
Ceará, Brasil.

Francisco Edvander Pires Santos, Universidade Federal do Ceará, Brasil
Mestrando no Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação pela Universidade Federal do Ceará, Brasil. Bibliotecário da Universidade Federal do Ceará, Brasil.
Publicado
2019-03-07
Seção
Resumos de artigos científicos