Requisitos de qualidade e segurança para prontuários do paciente

Resumo

Os serviços de saúde performam um intrincado sistema de processos, assistenciais, de apoio técnico, apoio logístico e administrativo. Estes processos requerem insumos e recursos para dar o resultado esperado, como materiais e equipamentos específicos e principalmente pessoas, além de uma adequada estrutura física. Boas práticas e métodos também são fundamentais para sustentar estes processos. Podemos identificar a importância de vários processos de gerenciamento e controle para garantia da qualidade e segurança em saúde, como o de “Registro e tratamento de reclamações de cientes”, “Registro e tratamento de falhas”, “Pesquisa de satisfação”, “Gestão de indicadores”, “Análise crítica”, “Revisão de casos”, assim como “gerenciamento da qualidade e segurança das informações do paciente”. Este artigo pretende apresentar e discutir os processos de gerenciamento da qualidade e segurança das informações do paciente, com base nos padrões contidos no Manual de Brasileiro de Acreditação. Foi usado como método, a análise qualitativa de um conjunto de requisitos do padrão de Gestão da Informação e Comunicação do Manual Brasileiro de Acreditação, além de apresentar conceitos sobre qualidade e segurança na saúde. O trabalho constatou a importância deste padrão para o gerenciamento de serviços e unidades de informações assistenciais.

Palavras-chave: Manual Brasileiro de Acreditação. Informação em saúde. Qualidade e segurança.

Link: http://www.periodicos.ufc.br/informacaoempauta/article/view/39722/pdf

Biografia do Autor

Margarete Farias de Moraes, Universidade Federal do Espirito Santo (UFES)
Doutora em Educação pela Universidade Federal do Espirito Santo (UFES)
Publicado
2019-03-07
Seção
Resumos de artigos científicos