Subsídios paraesclarecimento do conceito de livro paradidático

  • Bernadete Santos Campello Universidade Federal de Minas Gerais –UFMG
  • Eduardo Valadares da Silva Universidade Federal de Minas Gerais –UFMG

Resumo

O termo livro paradidático, criado no âmbito da indústria editorial brasileira, se confunde com outros, como livro informativo e obra complementar. O presente trabalho tem como objetivo compreender o conceito, buscando esclarecer controvérsias que cercam sua identidade. Metodologicamente, este estudo se deu em dois momentos: no primeiro analisou-se o uso do termo pelo mercado editorial, utilizando-se uma amostra de sites de dezessete editoras. No segundo, foi realizado um estudo bibliográfico que permitiu entender como os textos acadêmicos e alguns documentos de política pública percebem o termo. Os resultados mostraram que fatores comerciais e pedagógicos contribuíram para a produção de paradidáticos, e também que existe uma imprecisão no uso do termo tanto pelas editoras como nos textos acadêmicos. No meio editorial e nos documentos de políticas públicas, o termo vem perdendo força, embora a prática de complementação do livro didático por professores continue sendo
objeto de estudos no meio acadêmico, que ainda adota o termo paradidático.

Palavras- chave: Livro paradidático. Biblioteca escolar. Mercado editorial.

 

http://www.revistas.usp.br/berev/article/view/143430/147738

Biografia do Autor

Bernadete Santos Campello, Universidade Federal de Minas Gerais –UFMG
Doutora em Ciência da Informação pela Universidade Federal de Minas Gerais – UFMG. Professora titularaposentada da Escola de Ciência da Informação da Universidade Federal de Minas Gerais – UFMG
Eduardo Valadares da Silva, Universidade Federal de Minas Gerais –UFMG
Doutorando em Ciência da Informação pela Universidade Federal de Minas Gerais – UFMG. Professor Assistente na Universidade Federal de Minas Geais . Membro do Grupo de Estudos em Biblioteca Escolar – UFMG
Publicado
2019-03-16
Seção
Resumos de artigos científicos