Empoderamento das mulheres

  • Maria Helena Santana Cruz Universidade Federal de Sergipe

Resumo

Este artigo tem como principal objetivo refletir sobre o empoderamento da mulher na condição de sujeito político, elemento fundamental para sua emancipação e participação ativa na sociedade. Com vistas a alcançar o objetivo proposto, desenvolveu-se um estudo de natureza teórica, em diálogo com vertentes do conceito de gênero e poder, entre outros. O empoderamento envolve um processo político para gerar compreensão dos complexos fatores que criam subordinação/exclusão das mulheres do mundo público/político e engendrar consciência sobre a reformulação/desconstrução dos atuais esquemas políticos e sociais da sociedade. Tais aspectos correspondem às alternativas de sobrevivência de várias mulheres e suas famílias, sobretudo as de baixa renda, pois levam demandas do espaço privado para os espaços públicos, influenciando nos processos de tomadas de decisões.

Palavras-chave:  Empoderamento. Poder. Gênero. Participação. Reconhecimento

Link: http://revista.ibict.br/inclusao/article/view/4248/3732

Biografia do Autor

Maria Helena Santana Cruz, Universidade Federal de Sergipe
Pós-Doutorado pela Universidade Federal de Sergipe (UFS) - SE - Brasil. Doutora em Educação pela Universidade Federal da Bahia (UFBA) - BA - Brasil. Professora dos Programas de Pós-Graduação em Educação e Serviço Social da Universidade Federal de Sergipe (UFS) - SE - Brasil. Coordenadora da REDE Feminista Norte-Nordeste de Estudos e Pesquisas Interdisciplinares sobre a Mulher e Relações de Gênero (2016-2018). Coordenadora do Núcleo de Estudos e Pesquisas Interdisciplinares sobre a Mulher e Relações de Gênero (NEPIMG). Líder do Grupo de Pesquisa Educação, Formação, Processo de Trabalho e Relações de Gênero do CNPq.
Publicado
2019-03-16
Seção
Resumos de artigos científicos