O uso do Facebook na promoção da saúde: uma revisão bibliográfica sobre empoderamento e participação popular

  • Fernanda Santana Miranda Fundação Oswaldo Cruz, Gerência Regional de Brasília. Brasília, DF, Brasil.
  • Dais Gonçalves Rocha Universidade de Brasília, Faculdade de Ciências da Saúde, Programa de Pós-Graduação em Saúde Coletiva. Brasília, DF, Brasil

Resumo

Resumo

Em consonância com diversas áreas da sociedade, o uso das mídias sociais tem oportunizado novas formas de comunicação e de compartilhamento de conteúdo no campo da saúde pública. O presente ensaio teórico propõe uma reflexão sobre o uso do Facebook relacionado a diretrizes e princípios presentes na Política Nacional de Humanização (PNH), na Política Nacional de Promoção da Saúde (PNPS) e na Política Nacional de Gestão Estratégica e Participativa no SUS (ParticipaSUS) do Ministério da Saúde do Brasil. São descritos, ainda, os recursos do Facebook e realizada uma revisão de literatura. Os resultados evidenciam a incipiência da temática na língua portuguesa e como essa mídia social pode contribuir para o fortalecimento da participação popular na gestão pública e para o empoderamento de indivíduos e coletividades.

Palavras-chave
Comunicação em saúde; Mídias sociais; Facebook; Empoderamento; Participação popular.Link:https://www.reciis.icict.fiocruz.br/index.php/reciis/article/view/1331/2210
Publicado
2019-04-01
Seção
Resumos de artigos científicos