Planos de classificação da Esfera Federal: um estudo de casos múltiplos

  • Kethlen Anne Araújo Perdigão Universidade Federal do Amazonas (UFAM)
  • Jorge Cassiano dos Santos Junior Universidade Federal do Amazonas (UFAM)
  • Rodolfo Almeida de Azevedo Universidade Federal do Amazonas (UFAM)

Resumo

O trabalho parte de uma análise que teve como pilar os planos de classificação da Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL), da Agência Nacional de Águas (ANA) e da Documentação Administrativa da Justiça Federal. Como problemática norteadora foi questionada a estrutura dos planos de classificação utilizada pelos referidos órgãos. A metodologia seguiu a proposta elaborada por Sousa (2004), o qual utilizou para realizar um estudo de caso do Código de Classificação, Temporalidade, e Destinação de Documentos de Arquivo Relativos as Atividades-Meio da Administração Pública. Partiu-se de uma pesquisa exploratória bibliográfica no qual contextualizou os primórdios da classificação de documentos, os princípios norteadores, bem como um enquadramento desta função dentro da gestão de documentos. De início, apresentou-se, de maneira panorâmica, as características das instituições selecionadas, sendo as três da esfera federal. Posteriormente partiu-se para a comparação dos planos de classificação dos três órgãos. Identificou-se que os três planos de classificação utilizam o método por assunto, mas não seguem rigorosamente o método, conforme constatado na pesquisa, o que ocasiona um problema de subjetividade na atividade prática de classificação. No que se refere à codificação, constatou-se que dois planos utilizam o método decimal de Dewey limitando a divisão em dez classes, ocasionando um problema no sentido de obrigar agrupamentos que não deveriam ser agrupados e separar grupos que não deveriam ser separados. Outro ponto identificado foi à constatação de haver tipologias e espécie documentais como unidade de classificação, verificando que há equívoco no que se refere ao objeto a ser classificado, ou seja, o documento e a categoria abstrata a ser apresentada no plano de classificação. Através dessa pesquisa almeja-se caracterizar esses planos e refletir sobre os mesmos para traçar diretrizes eficazes para elaboração de planos de classificação eficientes, instrumentos esses que são de extrema importância para a organização de documentos de arquivo.

Palavras-chave: Esfera Federal.Gestão de documentos.Plano de Classificação. Princípios Arquivísticos.

Link: http://racin.arquivologiauepb.com.br/edicoes/v6_nesp/racin_v6_nesp_TA_GT02_0150-0169.pdf

Biografia do Autor

Kethlen Anne Araújo Perdigão, Universidade Federal do Amazonas (UFAM)
Graduanda de Arquivologia, Universidade Federal do Amazonas.
Jorge Cassiano dos Santos Junior, Universidade Federal do Amazonas (UFAM)
Graduando de Arquivologia, Universidade Federal do Amazonas.
Rodolfo Almeida de Azevedo, Universidade Federal do Amazonas (UFAM)
Graduado em História. Graduado em Arquivologia. Mestrado em Sociedade Cultura na Amazônia. Docente da Universidade Federal do Amazonas.
Publicado
2019-06-05
Seção
Resumos de artigos científicos