Caracterização da disciplina gestão da informação e do conhecimento como eixo temático dos programas de pós-graduação em ciência da informação no Brasil

  • Emeide Nóbrega Duarte Universidade Federal da Paraíba (UFPB)
  • Milena Ferreira Monteiro Universidade Federal da Paraíba (UFPB)
  • Rayan Aramís de Brito Feitoza Universidade Federal da Paraíba (UFPB)
  • Luciana Ferreira da Costa Universidade Federal da Paraíba (UFPB)
  • Rosilene Agapito da Silva Llarena Universidade Federal da Paraíba (UFPB)

Resumo

A Sociedade da Informação e do Conhecimento representa uma profunda mudança na organização da sociedade, havendo quem a considere um novo paradigma. Nessa Sociedade, as dinâmicas são afetadas pelo intenso fluxo de informações que atingem os setores educacionais, ocasionando mudanças no papel do docente que se transforma em mediador da aprendizagem, na tentativa de despertar no aluno, a capacidade de conhecer para inovar.  O objetivo do artigo é caracterizar a disciplina Gestão da Informação e do Conhecimento como eixo temático ofertado nos cursos pós-graduação em Ciência da Informação, em conformidade com as exigências da Sociedade da Informação e do Conhecimento, apresentando resultados parciais do projeto de iniciação científica, intitulado: “Abordagens da Gestão da Informação e do Conhecimento nos cursos de pós – graduação em Ciência da Informação no Brasil”. A pesquisa caracteriza-se como estudo de abordagem qualitativa, do tipo documental realizado no ambiente da web, por meio da Plataforma Sucupira, do Ministério da Educação. Adota-se como universo de pesquisa, as instituições de ensino superior que oferecem cursos de Pós-Graduação em Ciência da Informação, totalizando 21 universidades até o ano de 2018. Os programas que se destacam em abordagens sobre Gestão da Informação e do Conhecimento apresentam perspectivas positivas em relação às abordagens que estão sendo inseridas nos cursos de Pós-Graduação em Ciência da Informação. Indica que as abordagens da Gestão da Informação e do Conhecimento nos programas estão acompanhando os reflexos da Sociedade da Informação rumo às preocupações com imenso fluxo da informação e a corrida desenfreada em busca de conhecimentos estratégicos para a sustentabilidade das organizações e o crescimento das pessoas.

Biografia do Autor

Emeide Nóbrega Duarte, Universidade Federal da Paraíba (UFPB)
Pós-Doutora em Ciência da Informação pelo PPGCI/UNESP. Doutora em Administração pelo PPGA/UFPB. Mestra em Biblioteconomia pela UFPB. Professora Associada do Departamento de Ciência da Informação da UFPB.
Milena Ferreira Monteiro, Universidade Federal da Paraíba (UFPB)
Graduanda em Biblioteconomia pela Universidade Federal da Paraíba. Bolsista de iniciação científica PIBIC 2018/2019.
Rayan Aramís de Brito Feitoza, Universidade Federal da Paraíba (UFPB)
Doutorando e Mestre em Ciência da Informação pelo PPGCI/UFPB. Bacharel em Arquivologia pela UFPB.
Luciana Ferreira da Costa, Universidade Federal da Paraíba (UFPB)
Doutora em História e Filosofia da Ciência pela Universidade de Évora. Mestra em Ciência da Informação pelo PPGCI/UFPB. Professora do Departamento de Ciência da Informação da UFPB.
Rosilene Agapito da Silva Llarena, Universidade Federal da Paraíba (UFPB)
Pós-Doutoranda em CIência da Informação pelo PPGCI/UFPB. Doutora e Mestra em Ciência da Informação pelo PPGCI/UFPB. Professora substituta do curso de Arquivologia da UEPB.
Publicado
2019-07-09
Seção
Pesquisas em andamento