O cenário do uso de sistemas de difusão e preservação digital dos documentos de arquivo nos Ministérios Federais brasileiros

  • Julia Araujo Donato Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia (Ibict)
  • Laila Guimarães Cardoso Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia (Ibict)
  • Maria Carolina Gonçalves da Silva Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia (Ibict)

Resumo

Com a nova realidade de documentos nato digitais, inserida pelo Sistema Eletrônico de Informações (SEI) nos ministérios federais brasileiros, a difusão e preservação necessitam se adaptar. Assim, este estudo tem por objetivo levantar quais as medidas estão sendo adotadas com relação ao acesso e à preservação dos documentos digitais, por meio das ferramentas AtoM e Archivematica. Além disso, visa contribuir com as discussões sobre o papel dos arquivos na disseminação e preservação da informação por meio de tecnologias. O estudo foi dividido em três etapas: primeiramente, procurou-se delimitar o universo da pesquisa, seguida da etapa de desenvolvimento e aplicação do instrumento de coleta de dados e, por fim, a análise dos dados coletados. A pesquisa verificou que atualmente não há nenhum ministério utilizando ferramentas tecnológicas para a difusão e preservação digital de seus acervos arquivísticos. Então, cabe aos órgãos, a gestão das informações que são produzidas diariamente na execução de suas atividades e isto inclui o cuidado com a posteridade e a possível utilização e acesso destas informações por gerações futuras. Dessa forma, torna-se essencial consolidar os procedimentos da preservação e difusão do acervo físico e digital, para que os arquivos cumpram com suas funções e possam atender as demandas dos cidadãos.

Palavras-chave: Archivematica. AtoM.Difusão. Preservação. Documento digital.

Link: http://racin.arquivologiauepb.com.br/edicoes/v6_nesp/racin_v6_nesp_TA_GT04_0390-0403.pdf

Biografia do Autor

Julia Araujo Donato, Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia (Ibict)
Graduada em Arquivologia, assistente de pesquisa do Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia (Ibict)
Laila Guimarães Cardoso, Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia (Ibict)
Graduada em Arquivologia, assistente de pesquisa do Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia (Ibict)
Maria Carolina Gonçalves da Silva, Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia (Ibict)
Graduada em Arquivologia, assistente de pesquisa do Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia (Ibict)
Publicado
2019-07-08
Seção
Resumos de artigos científicos