Semiótica, música e organização do conhecimento: contribuindo para o debate

  • Jozuel Vitorino de Moura Universidade Estadual Paulista
  • Carlos Cândido de Almeida Universidade Estadual Paulista

Resumo

Este estudo objetivou analisar o potencial informativo do campo da música sob a perspectiva da semiótica de Charles Sanders Peirce. A música se apresenta como um campo de diversas possibilidades informativas, compreendendo além de documentos e seus dados, o fenômeno observado por meio da experiência e do processo cognitivo, assim como identificar autores, fundamentos teóricos e teorias que apontem estudos envolvendo o campo da música e a organização do conhecimento. Para tanto, foi realizada uma pesquisa bibliográfica baseando-se em publicações científicas na área da Música, Linguagem e Semiótica. Por meio dessa pesquisa foi possível compreender que a música apresenta significados subjetivos que estão relacionados ao contexto social e às experiências humanas já vivenciadas. Dessa forma foi possível compreender que as informações musicais estão intimamente relacionadas ao contexto social em que o ser humano está inserido, pois é nele que, por meio do processo cognitivo, se constrói o conhecimento.

Palavras-Chaves: Semiótica. Música. Organização da Informação.

Link: http://www.seer.ufal.br/index.php/cir/article/view/6344

Biografia do Autor

Jozuel Vitorino de Moura, Universidade Estadual Paulista

Doutorando em Ciência da Informação.

Carlos Cândido de Almeida, Universidade Estadual Paulista

Doutor em Ciência da Informação.

Publicado
2019-12-09
Seção
Resumos de artigos científicos