Práticas de incentivo à leitura em livrarias gaúchas: livraria exercendo papel de bibliotecas?

  • Franciny Bom Reis de Souza
  • Renata Braz Gonçalves

Resumo

A investigação buscou verificar a ocorrência de práticas de mediação da leitura em quatro livrarias gaúchas, através da análise do material de divulgação disponibilizado pelas mesmas na internet. Os autores que sustentam o conceito de mediação da leitura utilizados foram Almeida Júnior; Bortolin (2007) e Silva (2012). Análise de Conteúdo proposta por Bardin (1977) foi empregada como referencial teórico para análise. Como resultados, verificou-se que as livrarias, principalmente as de pequeno porte, estão em crescente investimento em ações que extrapolam a simples venda de livros, efetuando atividades de mediação e promoção da leitura, como: teatro, hora do conto, saraus, entre outras atividades. A análise dos resultados permite inferir que o aumento de ações realizadas por esses estabelecimentos pode estar relacionado às lacunas oriundas da inexistência ou escassez de recursos em bibliotecas públicas e escolares.

Palavras–chave: Biblioteconomia. Livraria. Mediação da leitura. Ação cultural. Hora do conto.

Link: https://revista.acbsc.org.br/racb/article/view/1507/pdf 

Publicado
2019-12-09
Seção
Resumos de artigos científicos