Orientação acadêmica como espaço de integração intelectual, social e afetiva

Resumo

O presente artigo objetiva rememorar características da orientadora Adriana Bogliolo Sirihal Duarte conforme a percepção de suas orientandas. Para tanto, intercala elementos a literatura acerca da relação orientando - orientador com a narrativa de sete de suas orientandas, em nível de mestrado e doutorado. A narrativa se divide em três instâncias que se integram, a saber: (a) esfera intelectual, que centra-se nas contribuições epistemológicas da docente nas atividades da pós-graduação e no desenvolvimento da pesquisa; (b) esfera social, compreendida como uma ampliação do processo de orientação, estendendo-se à formação profissional dos discentes e percebendo o orientador como um mentor; (c) esfera afetiva, que aborda as diversas formas de suporte emocional que o orientador pode oferecer ao discente, guiando- o em sua vivência acadêmica. Os relatos evidenciam o extenso suporte oferecido pela orientadora Adriana ao longo de todo o processo de formação de mestres e/ou doutores por ela orientados. Muitas vezes, tal relação configurou-se como uma verdadeira parceria que se estendia, inclusive, para além da jornada acadêmica. 

Palavras- chave: Relação orientando - orientador. Adriana Bogliolo Sirihal Duarte. Narrativa. Pós-graduação. 

Link: http://www.periodicos.ufc.br/informacaoempauta/article/view/41208/pdf

Biografia do Autor

Tatiane Krempser Gandra, UFMG

Doutora (2017) e mestre (2012) em Ciência da Informação pelo PPGCI - UFMG. Bacharel em Biblioteconomia pela Escola de Ciência da Informação (2010), da UFMG. Atualmente é bibliotecária gestora das bibliotecas dos Colégios Tiradentes de Belo Horizonte e região metropolitana, pela Diretoria de Educação Escolar e Assistência Social da Polícia Militar Minas Gerais. Membro do Grupo de Pesquisa "Práticas informacionais e Cultura", desde 2014. Suas áreas de interesse relacionam-se aos temas: estudos de usuários da informação e de público, práticas informacionais, inclusão digital, fenomenologia, biblioteca escolar, epistemologia da Ciência da Informação, fontes de informação, representação descritiva e temática.

Janicy Aparecida Pereira Rocha, UFMG

Professora adjunta na Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro - área: Informação e Tecnologia. Doutora em Ciência da Informação pela Universidade Federal de Minas Gerais (2018). Mestra em Ciência da Informação pela Universidade Federal de Minas Gerais (2013). Bacharela em Sistemas de Informação pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (2010). Integrante dos grupos de pesquisa: "Estudos de Práticas Informacionais e Cultura" (EPIC) - PPGCI/UFMG (2013-presente); "Grupo Integrado de Pesquisas em Biomarcadores" (GIPB) - IRR/FIOCRUZ (2014-presente); "Gabinete de Estudos da Informação e do Imaginário" (GEDII) - PPGCI/UFMG (2017-presente) e OpenAIDoc - UNIRIO (2019). Tem interesses nos seguintes temas: Usuários da Informação; Interação Humano-Computador, Arquitetura de Informação; Acessibilidade Digital; Engenharia de Software; Planejamento, Projeto e Avaliação de Sistemas de Informação; Produção, Gestão e Difusão da Informação e do Conhecimento Científico; Gestão de Dados de Pesquisa.

Publicado
2019-12-09
Seção
Resumos de artigos científicos