A semiótica e o design da informação no desenvolvimento de objetos de aprendizagem

  • Marcia Cristina Reis
  • Edberto Ferneda

Resumo

Os objetos de aprendizagem estão sendo cada vez mais utilizados para subsidiar atividades de ensino em cursos presenciais e a distância. São importantes para o contexto educacional, pois possibilitam a elaboração de novas estratégias pedagógicas, facilitam a disseminação de conhecimento, ampliam a abrangência da educação on-line e são essenciais para a preservação e socialização da informação. Porém, para que isto ocorra, é necessário que eles sejam desenvolvidos de forma padronizada, que possuam uma interface de interação com o usuário eficiente, que sejam compreensíveis e que possam ser recuperados de modo ágil e fácil. Tais aspectos podem ser mais bem alcançados com a convergência de duas áreas importantes: a semiótica e o design da informação. A primeira tem como foco subsidiar o processo de significação (geração de sentido) dos materiais desenvolvidos. Já a segunda, por sua vez, busca definir premissas para estruturar e organizar a informação, com a finalidade de otimizar o processo de aquisição de conhecimento pelo usuário. Nesse contexto, o presente artigo tem como objetivo apresentar a proposta de um conjunto de diretrizes para o desenvolvimento de objetos de aprendizagem, tendo como base a semiótica e as diretrizes do design da informação. Para isso, adotou-se pesquisa exploratória e bibliográfica, baseada em autores relevantes das áreas da educação e da ciência da informação. Como principais resultados, disponibilizaram-se diretrizes que podem contribuir para a melhoria da qualidade dos objetos de aprendizagem e, consequentemente, facilitar o seu processo de desenvolvimento e incentivar a sua utilização.

Palavras-chaves: Ciência da informação; Design da informação; Objetos de aprendizagem; Semiótica; Tecnologias educacionais

Link: http://revista.ibict.br/ciinf/article/view/4155

Biografia do Autor

Marcia Cristina Reis

Doutoranda em Ciência da Informação pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (Unesp)
- Marília, SP – Brasil, com período sanduíche em Universidade de Coimbra (UC) – Portugal. Mestre em
Ciência da Computação pela Universidade Estadual de Maringá (UEM) - Maringá, PR - Brasil. Professora
no Instituto Federal do Paraná (IFPR) - Jacarezinho, PR - Brasil.
http://lattes.cnpq.br/8702637805691545

Edberto Ferneda

Livre-docência pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (Unesp) – SP - Brasil. Pós-Doutorado
em Ciência da Informação pela Universidade Federal da Paraíba (UFPB) - João Pessoa, PB - Brasil. Doutor em
Ciências da Comunicação pela Universidade de São Paulo (USP) - Brasil. Professor da Universidade Estadual
Paulista Júlio de Mesquita Filho (Unesp) - Marília, SP - Brasil.
http://lattes.cnpq.br/8596568228676820

Publicado
2019-12-11
Seção
Resumos de artigos científicos