Princípios ontológicos no suporte a terminologias clínicas: método e ontologia para reorganização da Classificação Internacional de Doenças

  • Livia Marangon Duffles Teixeira
  • Maurício Barcellos Almeida

Resumo

A necessidade de cuidados à saúde da população traz desafios para a gestão da informação em unidades de saúde. Um desafio mundial é a necessidade de integração dos sistemas de informação clínicos que permitem atendimento continuado. Para um atendimento continuado de qualidade, as unidades de saúde precisam acessar os diversos registros médicos do mesmo paciente, dispersos em diferentes sistemas de informação com representações distintas, em diferentes momentos e regiões geográficas. Este artigo se insere nesse contexto, contribuindo para a pesquisa em integração de sistemas de informação clínicos, para fins de atendimento continuado, por meio de melhorias na representação de dados médicos. Para tal, descrevem-se as principais terminologias clínicas em saúde em uso no país e desenvolve-se método baseado em princípios ontológicos para lidar com as características da Classificação Internacional de Doenças (CID), as quais criam restrições para a integração de sistemas de informação. Como resultado, apresenta-se uma ontologia (artefato) para a CID proveniente da aplicação de método desenvolvido para promover melhorias em terminologias clínicas. Como contribuições adicionais, listam-se o próprio método mencionado, a sistematização de problemas presentes nas terminologias clínicas e o modelo intermediário para implementar melhorias na CID. Espera-se que a pesquisa favoreça a interoperabilidade e a automação por meio de sistemas de informação que objetivam melhorias nos cuidados à saúde e na qualidade do atendimento ao cidadão brasileiro.   Palavras-chave: Terminologia clínica; Ontologia; Epistemologia; Interoperabilidade semântica; Prontuário eletrônico do paciente

Link: http://revista.ibict.br/ciinf/article/view/4291

Biografia do Autor

Livia Marangon Duffles Teixeira

Doutoranda em Ciência da Informação pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) - Brasil.
Mestre em Ciências da Informação pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) - Belo Horizonte,
MG – Brasil.
http://lattes.cnpq.br/5511349023940518

Maurício Barcellos Almeida

Livre-docência pela University of Arkansas for Medical Sciences (UAMS) - Estados Unidos. Pós-Doutorado
pela State University of New York at Buffalo (SUNY) - Estados Unidos. Doutor em Ciências da Informação
pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) - Brasil. Professor da Universidade Federal de Minas
Gerais (UFMG) - Belo Horizonte, MG – Brasil.
http://lattes.cnpq.br/5218069708058487

Publicado
2019-12-11
Seção
Resumos de artigos científicos