Uma Tradição de papel. Novas achegas para a história das bibliotecas eclesiásticas em Portugal

  • Luana Giurgevich Faculdade de Ciências, Universidade de Lisboa

Resumo

Este trabalho visa discutir a definição de biblioteca eclesiástica no panorama bibliográfico português através do conceito/função de seleção. O ponto de partida é um levantamento sistemático de catálogos, inventários e outras listas de livros de cerca de 400 bibliotecas de congregações religiosas portuguesas. A base de dados produzida conta com mais de 900 espécies bibliográficas. O artigo abre-se com uma breve revisão bibliográfica em torno das questões que envolveram a evolução da história das bibliotecas em Portugal. Na segunda parte, apresenta-se a rede de bibliotecas eclesiásticas no panorama de estudos sobre bibliotecas. A terceira parte mostra como a função de seleção afetou o funcionamento interno das bibliotecas eclesiásticas ao longo da sua existência secular. A quarta parte analisa o post-mortem institucional das bibliotecas eclesiásticas e a dispersão destas como resultado de processos seletivos externos (1759-1834). As conclusões sublinham a importância de um trabalho de reconstrução histórica de coleções dispersas e a vitalidade intrínseca da biblioteca eclesiástica.

Palavras-chave: Congregações religiosas. Catálogos, inventários e bibliografias. Coleções. Livro antigo. Secularização.

Link: https://seer.ufrgs.br/EmQuestao/article/view/92964

Publicado
2020-03-29
Seção
Resumos de artigos científicos