Ação das bibliotecas acadêmicas na prevenção do plágio

  • Patrícia de Almeida Universidade Portucalense
  • Helena Leitão Universidade de Coimbra
  • Maria da Graça Simões Universidade de Coimbra
  • Daniel Martínez-Ávila UNESP

Resumo

A questão conceitual do plágio mostra-se complexa e subjetiva, pelo que importa entender as práticas que constituem infração ao bom uso da informação. Propõe-se atestar e valorizar o contributo das bibliotecas acadêmicas na prevenção do plágio, partindo-se de uma abordagem metodológica qualitativa, baseada numa revisão sistemática de literatura. Intuiu-se da premência da sensibilização para a prevenção do plágio na comunidade acadêmica e, para isso, construiu-se um conjunto de recomendações pedagógicas.


Palavras-chave: Plágio. Bibliotecas acadêmicas. Prevenção. Sensibilização.

Link: http://revista.ibict.br/ciinf/article/view/4536/4297

Biografia do Autor

Patrícia de Almeida, Universidade Portucalense

Mestre pela Universidade Portucalense (UPT) – Porto - Portugal. Professora do Ministério da Educação
(ME) - Portugal.

Helena Leitão, Universidade de Coimbra

Doutoranda em Ciência de Informação pela Universidade de Coimbra (UC) - Coimbra – Portugal. Mestre
em Informação, Comunicação e Novos Media pela Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra (UC) -
Portugal. Técnico Superior 1ª Classe da Biblioteca da Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra
(UC) – Portugal.

Maria da Graça Simões, Universidade de Coimbra

Doutora em Ciência da Informação pela Universidad de Salamanca (Usal) – Salamanca - Espanha.
Professora da Universidade de Coimbra (UC) – Coimbra – Portugal.

Daniel Martínez-Ávila, UNESP

Doutor em Documentación: Archivos y Bibliotecas en el Entorno Digital pela
Universidad Carlos III de Madrid (UC3M) - Espanha. Professor da Universidade Estadual Paulista (Unesp)
- Marília, SP - Brasil.

Publicado
2020-03-28
Seção
Resumos de artigos científicos