Universidade e repressão política: uma análise das recomendações da Comissão da Verdade da UFRN sob o pilar da memória e da verdade

  • Ana Cláudia Ribeiro UFMG

Resumo

Artigo tem como objetivo analisar as recomendações da Comissão da Verdade da UFRN, no que tange as questões de acesso à informação. Quanto aos aspectos metodológicos a pesquisa é de natureza qualitativa, descritiva e para realizá-lo, utilizou-se o método de levantamento (survey) das próprias informações divulgadas na UFRN, a fim de identificar se, as seis recomendações (pertinentes ao campo informacional) do relatório da Comissão foram realizadas pela UFRN. Quanto aos resultados, observa-se que das seis recomendações, três não foram atendidas, a primeira, a utilização o prédio histórico onde funcionou a Faculdade de Direito da UFRN para abrigar o acervo; providenciar um acondicionamento ideal para o acervo de documentos do Arquivo Geral e por último criar bases de pesquisa sobre o tema da ditadura militar. Por fim os espaços de memória da repressão são instituições que representam o enfrentamento pelo direito à verdade e pelo direito à memória, não apenas com a finalidade de conhecer, mas de refletir sobre as ações do presente. Os arquivos são componentes essenciais para estratégias que visam promover o acesso à informação.   Palavras-chave: Comissão da verdade da UFRN. Memória da repressão. Documentos sensíveis. Ditadura militar. Arquivos.   Link: https://periodicos.ufrn.br/informacao/article/view/15926/11872.

Biografia do Autor

Ana Cláudia Ribeiro , UFMG
Doutoranda no Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), Belo Horizonte, MG, Brasil
Publicado
2020-03-27
Seção
Resumos de artigos científicos